Composto do vinho e do chocolate reduz a pressão arterial

Segundo uma análise recente, existe um composto presente no vinho e no chocolate que é capaz de provocar a redução da pressão arterial. O estudo foi feito na Universidade de Reading, na Inglaterra, e, como conclusão, os cientistas entenderam que alimentos ricos em flavonoides, como é caso do vinho, bem como do chocolate, poderiam prevenir a hipertensão. Pois esse composto antioxidante auxilia no controle da pressão das artérias.

O que o vinho e o chocolate têm em comum e por que reduzem a pressão arterial?

A princípio, ambos são muito queridos e popularmente consumidos em diversos cantos do mundo. No entanto, nem todos que os consomem sabem que eles têm algo muito benéfico em comum.

Tanto o vinho quanto o chocolate (em especial o amargo) são ricos em flavonoides, um tipo poderoso de antioxidante. Foram eles que levaram os cientistas envolvidos no estudo a acreditar que esses alimentos poderiam contribuir para o controle da pressão arterial.

Leia mais: Chocolate faz bem para o coração, diz estudo

Flavonoides x pressão arterial

Ao longo do estudo, os cientistas analisaram amostras de urina dos participantes da pesquisa, bem como seus hábitos alimentares. Com a aplicação de biomarcadores, eles puderam medir a ingestão de flavonoides de cada pessoa. Por fim, a diferença na pressão das pessoas que ingeriam maior quantidade de alimentos ricos nesse antioxidante e das que ingeriam menos foi marcante.

Portanto, quem ingeriu maior quantidade de alimentos ricos em flavonoides teve maior redução na pressão arterial. Mulheres e hipertensos que participaram da análise tiveram uma redução ainda maior quando comparados aos demais participantes. Porém, os cientistas não souberam explicar a razão por trás dessa disparidade.

Leia também: Vinho e chocolate podem ajudar a prevenir o risco de Alzheimer

Além do vinho e do chocolate: outros alimentos ricos em flavonoides

Leia também: Chocolate amargo e ao leite: Você sabe qual a diferença?

Sobre o autor

Nathália Lopes
Nathália Lopes
Estagiária de Jornalismo