Vinagre: Os diferentes tipos e seus benefícios

Hoje, o vinagre tem presença garantida na culinária, especialmente como tempero para saladas. Mas sua história é milenar: ele já foi utilizado como remédio por Hipócrates, considerado o pai da medicina, em 400 AC, e até como cosmético por Cleópatra, famosa rainha do Egito. 

Obtido através de duas fermentações diferentes, o vinagre, nome que tem origem na palavra francesa “vinaigre” (que significa vinho azedo), pode realmente ser utilizado como medicamento em diferentes situações. “O vinagre pode ajudar na digestão, equilibrar as taxas de colesterol e até contribuir com o emagrecimento. Ele ainda ajuda a nivelar a glicemia na corrente sanguínea”, lista Adriana Stavro, nutricionista e membro da Sociedade Brasileira de Alimentação e Nutrição (SBAN). 

Além do teor calórico baixíssimo, o sabor intenso do vinagre pode diminuir o consumo de sal em saladas e outras preparações. No entanto, quem sofre com problemas de estômago, como gastrite, precisa ter cuidado na hora de ingerir o ingrediente. Na dúvida, consulte um nutricionista para verificar as melhores opções para o seu caso.

Um produto, muitos usos

Não é apenas na saúde que o vinagre pode ser um ótimo aliado. É possível usá-lo na limpeza da casa, pois tem propriedades branqueadoras e bactericidas, para remover o mofo e até eliminar odores de ambientes e manchas de tapetes. 

O ingrediente ainda pode ser utilizado como cosmético. Nos cabelos, deixa os fios macios e ajuda a combater a caspa. Se for aplicado antes de fazer as unhas, aumenta o tempo de duração do esmalte.

Já o vinagre de frutas, como a versão feita com maçã, pode ajudar a compor uma bebida detox. Basta acrescentar água, hortelã e mel. “Só não exagere no consumo, porque o vinagre é ácido e pode prejudicar a saúde dos dentes”, diz Adriana.

Os diferentes tipos de vinagre 

Em tese, qualquer alimento in natura que contém açúcar pode servir como matéria-prima para a produção do vinagre. Por isso temos no mercado tantas opções diferentes. “O mais importante na hora de escolher o vinagre é ler o rótulo. Procure por aqueles com menos itens na lista de ingredientes.”

Veja agora os tipos de vinagre mais comuns e suas características. 

Álcool

É feito a partir da fermentação do álcool etílico potável ou da cana-de-açúcar. O sabor é mais intenso, porém apresenta poucos nutrientes. Bastante utilizado em conservas e como produto de limpeza.

Maçã

Para produzir essa versão, utiliza-se a fermentação do suco de maçã. Rico em antioxidantes, seu aroma peculiar e sabor mais suave faz dele um sucesso em receitas de molhos e preparações agridoces.

Balsâmico 

De coloração escura, o líquido é mais denso que os outros tipos. O sabor também é diferente, mais agridoce. As uvas são a matéria-prima desse vinagre e, por isso, possui antioxidantes que reduzem o risco de doenças cardiovasculares. Pode ser usado em pratos como saladas, carnes, peixes e até mesmo sobremesas.

Arroz

Esse tipo de vinagre, leve, adocicado e cheio de aminoácidos, faz sucesso em países como Japão e China. Bastante usado em sushis e conservas, vai bem com salmão e outros peixes.

Vinho

Tanto o vinho tinto quanto o branco podem ser usados para produzir esse vinagre. Ambas as versões controlam o colesterol e reduzem a pressão arterial. O tinto combina com carnes e o branco acompanha saladas de folhas e legumes. 

Vinagre de maçã emagrece?

Você já deve ter ouvido falar que o vinagre de maçã funciona como um aliado poderoso no processo de emagrecimento – teve até quem incluiu a ingestão desse tempero líquido como primeira refeição do dia. Então, será que ele realmente pode ajudar a perder peso? E se sim, como usar o vinagre de maçã para emagrecer?

É claro que o emagrecimento é uma combinação de alimentação saudável com prática de exercícios físicos, e, cientificamente falando, o vinagre de maçã não é considerado uma bala mágica para perda de peso. Os estudos que foram feitos são pequenos, e algo chamado “esvaziamento gástrico retardado” é o melhor argumento entre as teorias que circulam sobre o poder de perda de peso do vinagre de maçã. 

Leia também: Emagrecer: Melhores alimentos para perder peso de vez

Porém, mesmo não sendo milagroso, o ácido acético – um dos diferenciais do vinagre de maçã em relação aos demais – inibe a ação de certas enzimas que digerem carboidratos, diminuindo sua absorção. Com isso, a glicose dos alimentos é liberada lentamente no sangue, o que colabora para o emagrecimento, além de diminuir o risco de diabetes.

Além disso, ele pode ser um estimulante para um consumo de mais saladas, e ainda vai adicionar um sabor doce e picante com zero calorias, o que certamente não pode prejudicar a cintura.

A pectina, fibra solúvel originária da maçã, se encarrega de aumentar a saciedade e estimular a atividade intestinal – duas ações a favor do controle de peso. O colesterol também é mantido em equilíbrio.

Outro benefício é o seu poder antioxidante. Depois que as maçãs são fermentadas em vinagre, nutrientes como betacaroteno, cálcio e potássio ainda permanecem. Sabemos que as dietas ricas em antioxidantes protegem as células e proporcionam uma série de benefícios para a saúde. E, quando se trata da pele, os antioxidantes têm benefícios protetores, como ajudar a proteger contra os raios UV prejudiciais.

Leia também: Emagrecer: 28 dicas para perder peso rápido com saúde

Vanessa Losano

Revisado por

Vanessa Losano - Nutricionista CRN3 34283

Nutricionista e coach de emagrecimento, saúde e bem-estar. Foco profissional em emagrecimento, lowcarb e doenças crônicas não transmissíveis. Atua na empresa tech fit e atende em consultório, além de ministrar cursos e palestras na área. Possui cursos de atualização em Lowcarb, Fitoterapia, Avaliação Antropométrica e Nutrição Esportiva.

 
 

Sobre o autor

Redação
Redação
Todos os textos assinados pela nossa equipe editorial, nutricional e educadores físicos.