Vícios emocionais: Entenda o que é e como se livrar

Quando falamos em vícios, é comum as pessoas pensarem imediatamente em drogas e álcool. Contudo, existem também os vícios emocionais. Dessa maneira, pessoas com vícios emocionais estão sempre habituadas a terem sentimentos negativos, como reclamar, se estressar ou ficar triste, por exemplo.

Assim como outros tipos de vícios, o indivíduo precisa constantemente experimentar as mesmas emoções. Embora sejam negativas, essas sensações promovem bem-estar para o organismo e para a mente.

Na maioria das vezes, quem apresenta essa condição nem sempre sabe que está agindo dessa maneira. Isso porque essas pessoas acreditam que aquilo é normal. A grande problemática de qualquer vício é o fato de trazer impactos negativos para a saúde física e mental.

No caso dos vícios emocionais, quem sofre se mantém preso a uma realidade e não consegue modificá-la. Assim, está sempre se submetendo a experiências ruins.

Leia também: Mindfulness com hipnose é eficaz para combater estresse

comer bem e cuidar da mente

Causas

Esse comportamento pode surgir por diversos fatores, como a exposição constante a determinados acontecimentos que trazem impactos nas suas emoções e sentimentos.

Além disso, situações marcantes também contribuem para o surgimento dos vícios emocionais, especialmente na infância. Por exemplo, quando a criança tem estímulos emocionais negativos, ela se acostuma àquilo que sente. 

Como se livrar dos vícios emocionais

Para evitar os vícios emocionais ou se livrar deles, você pode seguir as seguintes dicas:

Conheça os seus vícios

Se você deseja se livrar dos vícios emocionais, é necessário conhecê-los. Portanto, sempre que surgir uma emoção negativa, anote-a todos os dias da semana em um bloco de notas ou em um caderno de anotações.

Leia também: Como diminuir o vício em celular com dicas simples

Crie consciência

Após fazer as anotações, separe um tempo do seu dia para analisar cada emoção e qual reação você teve quando elas surgiram.

Com isso é possível criar consciência e entender que aqueles sentimentos são reais e podem ser revertidos. Tente encarar a mudança como um desafio a ser conquistado.

Foque no presente

Focar no presente traz mais benefícios do que parece. Dito isso, preste atenção em cada emoção que você quer trabalhar e se concentre apenas nisso, nas ações que devem ser feitas e não apenas no futuro.

Após um período de tempo, ao perceber que você está se auto sabotar por meio dos vícios emocionais, começará a entender que aquilo realmente não faz bem.

Crie hábitos saudáveis para evitar os vícios emocionais

Para substituir os comportamentos de vício, crie hábitos saudáveis que tragam bem-estar. As atividades físicas, por exemplo, são essenciais para a saúde física e mental. 

A meditação e yoga também são ótimas alternativas, visto que visam a respiração e reduzem o estresse. Ainda, não se esqueça de manter uma alimentação balanceada. 

Sobre o autor

Julia Moraes
Julia Moraes
Estagiária de Jornalismo