Transtorno dissociativo de identidade: O que é e sintomas

O transtorno dissociativo de identidade – também conhecido como transtorno de múltiplas personalidades ou TDI – é caracterizado por um distúrbio mental na qual o paciente age como se fosse duas ou mais pessoas diferentes. Ou seja, são personalidades diferentes que variam em relação ao seus pensamentos, memórias, sentimentos ou ações.

Pessoas com esse desequilíbrio psicológico podem ter alterações na percepção de si mesmo. Por exemplo, perda do domínio do comportamento e problemas na memória. Geralmente, quem tem o transtorno não tem plena consciência do que está acontecendo.

De acordo com pesquisas, o transtorno dissociativo de identidade é raro, com prevalência de até 1,5%. 

comer bem e cuidar da mente

Causas

A causa do transtorno dissociativo de personalidade, na maioria das vezes, está relacionada com alguma ruptura na psique do indivíduo.

Sendo assim, o distúrbio pode ser causado por uma série de fatores, que variam entre cada pessoa. O mais comum é se desenvolver em pessoas que sofreram um grande trauma, especialmente durante a infância, incluindo abuso físico, emocional ou sexual. Isso porque durante essa fase da vida a criança novas identidades para lidar com as experiências traumáticas.

Leia também: Ecoísmo: Conheça a personalidade oposta ao narcisismo

Além disso, o TDI também pode surgir em casos de estresse extremo, como por exemplo, em vítimas de um sequestro ou pessoas que perdem um ente querido.

Principais sintomas

Os principais sintomas do transtorno de múltiplas personalidades incluem:

  • Ausência de identidade;
  • Falta de identificação com o próprio corpo ou a sensação de que ele pertence a outra pessoa;
  • Alterações constantes de comportamento, atitudes e opiniões;
  • Esquecimentos sobre eventos passados e situações cotidianas, como esquecer de usar o telefone, por exemplo;
  • Sensação de que o mundo não é real;
  • Sensação de estar separado do corpo;
  • Ouvir vozes ou ter outros tipos de alucinações, como visuais ou sensitivas.

Tratamento para transtorno dissociativo de identidade

Enquanto ocorrem as crises do TDI, pode ser comum que o paciente acredite ser uma doença física. Por isso, é importante estar atento aos sintomas e, caso não tenha alterações em nenhum exame, busque ajuda de um especialista da saúde mental.

O tratamento para o transtorno dissociativo baseia-se principalmente na realização da psicoterapia. Nas sessões o psicólogo irá auxiliá-lo a lidar melhor com o estresse por meio de estratégias, até que o paciente se sinta capacitado de gerenciar suas emoções.

Leia também: Transtorno de Personalidade Histriônica: O que é e como tratar

Ainda, em casos mais graves, o uso de medicamentos para aliviar os sintomas pode ser indicado. Mas lembre-se, qualquer remédio deve ser prescrito por um médico especialista, como o psiquiatra.

O apoio de amigos e familiares durante esse momento é essencial, para que a pessoa saiba que não está sozinha e se sinta amparada.

Sobre o autor

Julia Moraes
Julia Moraes
Estagiária de Jornalismo