Transtorno de déficit de empatia: Saiba como identificar

A empatia tem a ver com a sensibilidade de ouvir alguém na essência e entender os seus desconfortos e suas alegrias. E, com isso, poder ajudá-lo a se sentir menos solitário e mais conectado. Mas você sabia que existem pessoas com transtorno do déficit de empatia?

No geral, um indivíduo sem empatia é incapaz de sair dos próprios limites psicológicos e entender a realidade dos outros, até mesmo os menosprezando.

Apesar de não estar no DSM V (Manual Diagnóstico e Estatístico de Transtornos Mentais), o transtorno de déficit de empatia é uma condição observada pelo psicólogo Douglas LaBier. Em seu artigo publicado no Psychology Today, ele explica que após décadas de experiência na área, percebeu que os indivíduos se mostram a cada dia mais, uma intensa falta de empatia.

Leia também: Como praticar a empatia durante a pandemia do Coronavírus

comer bem e cuidar da mente

Como identificar o transtorno de déficit de empatia

Ser empático é uma capacidade humana que melhora não só as nossas relações sociais, como também o nosso bem-estar. Portanto, é fundamental entender se você está realmente negligenciando esta emoção.

Para identificar os sintomas deste tipo de transtorno é necessário estar atento a vários aspectos que o indivíduo apresenta, que podem incluir:

  • Apresentar egoísmo: Na maioria das vezes, pessoas com o transtorno de déficit de empatia acreditam ter todos os direitos e não cometer isso. Assim, pensam apenas em si próprias e acabam delegando suas tarefas para os outros.
  • Não ter filtro: Confundir a sinceridade com grosseria, dizendo todas as palavras que passam na sua mente sem ter qualquer tipo de empatia e pensar se, realmente, a informação pode afetar negativamente aquela pessoa.
  • Não compreender: Uma grande características de um indivíduo sem empatia é ouvir desabafo de outras pessoas e não entender o verdadeiro significado daquilo, ignorando o lado do outro.
  • Se incomodar com as emoções alheias: Quando alguém próximo demonstrar tristeza, você ter o pensamento de que ele está sempre assim e só quer chamar atenção. 
  • Julgar demais: Ter muitos julgamentos sobre pessoas e situações também é um sintoma do transtorno do déficit de empatia. Isso porque pessoas com esta condição não costumam enxergar os próprios erros.

Sobre o autor

Julia Moraes
Julia Moraes
Estagiária de Jornalismo