Como a TPM afeta a fome

Longe de ser “frescura”, como muitas pessoas gostam de afirmar, a TPM é sentida por muitas mulheres duas semanas antes da menstruação. O fenômeno acontece devido à queda dos hormônios serotonina e estrogênio – que é comum no período pré-menstrual.

A sensibilidade e variação no humor começa a fazer sentido quando é associada a um desejo por sorvete, biscoito e uma onda de fadiga.

Embora possa parecer que o universo está sendo manipulado contra você, na verdade há um objetivo por trás dos tipos de alimentos que as pessoas desejam antes e durante o ciclo menstrual. Em seu novo livro, The Better Period Food Solution, ainda sem versão em português, a nutricionista americana Tracy Lockwood Beckerman revela não apenas a razão de desejar carboidratos e gorduras em vez de alimentos mais saudáveis, mas também como a TPM afeta os níveis de fome em geral. 

Como a TPM se relaciona com a fome

Há uma hora específica do mês em que as mulheres têm mais chances de ficar com mais fome do que o normal. E, por incrível que pareça, não é durante o período menstrual, mas nos primeiros dias após a ovulação (aproximadamente na metade do ciclo). Segundo a nutricionista, esse período é chamado de fase lútea. É quando o objetivo principal do corpo é engrossar e formar o revestimento uterino para se preparar para uma possível gravidez. “Ao montar essa chamada ‘almofada’ em seu útero, o corpo precisa de mais energia dos nutrientes”, detalha no livro. Em outras palavras, o corpo precisa de energia para formar o revestimento uterino. E é por isso que está enviando um sinal para comer mais do que o normal.

Outro motivo pelo qual é normal se sentir mais faminta nessa parte do ciclo é que sua taxa metabólica em repouso aumenta. Significa que se está queimando algo entre 2 e 10% mais calorias do que o normal. 

“Na fase lútea, há um aumento drástico e queda de estrogênio e progesterona, que podem estar contribuindo para o aumento no metabolismo”, explica a profissional. “Quando queimamos mais calorias, a tendência a ter mais fome é natural.

Leia também: Como se manter na dieta no final de semana

Por que queremos alimentos não saudáveis na TPM?

Falando em comer doces, alimentos gordurosos e processados, há uma razão científica para isso também. Simplificando, carboidratos e gordura nos fazem (momentaneamente) felizes. “O colapso do estrogênio e da progesterona faz com que nossos produtos químicos que melhoram o humor, como dopamina e serotonina, caiam, tornando os alimentos uma solução fácil”, explica a autora. 

Embora essa seja uma abordagem válida de vez em quando, ninguém se sentirá bem a longo prazo se confiar em alimentos não saudáveis ​​para passar uma grande parte do mês, todos os meses. A maioria dos alimentos tradicionais com alto teor de açúcar refinado ou carboidratos pode causar picos de açúcar no sangue e falhas que afetam os níveis de energia e humor. Se eles compõem a maior parte da dieta de alguém, isso não será particularmente útil para manter uma alimentação saudável e completa.

Outras maneiras de driblar a fome na TPM

O níveis de dopamina e serotonina caem durante essa parte do ciclo. Mas isso não significa que a comida é a única maneira de mostrar algum conforto. Fazer algo que gosta também pode ajudar.Sseja assistir ao seu filme favorito, fazer yoga, passar um tempo sozinha lendo um bom livro ou se encontrar com amigos são formas de elevar o humor.

Faça sua avaliação de peso, descubra seu peso ideal e aprenda a emagrecer com a Low Carb. Clique para saber mais

Desafio 7kgs em 6 semanas!

Chegue no verão com o corpo que você quiser!

 
 

Sobre o autor

Redação
Redação
Todos os textos assinados pela nossa equipe editorial, nutricional e educadores físicos.