Ter plantas ajuda a combater a solidão, diz estudo

Ter plantas em casa vai muito além da decoração, pois pode trazer diversos benefícios à saúde, como aumentar os níveis de oxigênio, ajudar a evitar doenças, limpar o ar e aliviar o estresse.

Além disso, um estudo descobriu que ter planta pode realmente trazer felicidade, bem-estar e mais: também combate a solidão. Para os especialistas, quando as plantas estão ao nosso redor, nos sentimos mais conectados com nós mesmos e com os outros, o que consequentemente, ajuda a combater a solidão.

Leia também: Ter plantas no trabalho pode reduzir o estresse

comer bem e cuidar da mente

Plantas como remédio

Um clínico geral em Manchester, na Inglaterra, decidiu prescrever plantas para ajudar pessoas com ansiedade, depressão e solidão. A prescrição foi desenvolvida pela Cornbrook Medical Practice.

Desse modo, os pacientes recebem vasos com ervas, vegetais e pequenas árvores para cuidar em casa. Após um período, eles trazem os itens de volta ao consultório médico e os levam para uma horta comunitária. Assim, os pacientes têm a opção de participar de outras atividades como a jardinagem.

Dito isso, o conceito de cuidar de planta para promover o bem-estar é uma ótima alternativa. Isso porque além de os pacientes obterem os benefícios da natureza, também desenvolvem uma conexão com a horta comunitária e podem adquirir novos conhecimentos.

Contudo, para combater a ansiedade e depressão é imprescindível buscar ajuda médica. O tratamento consiste em psicoterapia e medicamentos, mas a abordagem será indicada de acordo com a gravidade das condições.

Para que não tem tempo, mas mesmo assim deseja colher os benefícios de trazer mais verde para dentro de casa, cactos são uma excelente opção. É uma planta prática, que no verão é necessário regar apenas uma vez por semana. Ao contrário no inverno, onde é regado uma vez a cada 20 dias.

Muito conhecidas por seus benefícios em hidratar o cabelo e suas funções medicinais, as babosas também são muito fáceis de cuidar. Assim, esquecer de regar com frequência não é um problema, uma vez que elas vivem melhor em ambientes secos do que úmidos. O recomendado é colocar um pouco de água em um intervalo de uma ou duas semanas.

Sobre o autor

Julia Moraes
Julia Moraes
Estagiária de Jornalismo