Temperos e ervas naturais que podem substituir o sal na cozinha

Você já pensou em trocar o sal por temperos e ervas? Hipertensão, problemas renais, obesidade, osteoporose…essas são algumas das doenças diretamente relacionadas ao consumo excessivo de sódio, um mineral presente em muitos alimentos e também o principal componente do sal de cozinha. 

A Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda o consumo de até 5g de sal por dia, o equivalente a menos de 2g de sódio.

Porém, uma pesquisa de orçamento familiar, feita em 2014 pelo IBGE, estimou que o brasileiro consome, em média 12g de sal por dia – mais do que o dobro.

É preciso, também, tomar cuidado com o sódio escondido nos alimentos industrializados e ultraprocessados.

Alguns aditivos, como o nitrito, nitrato, fermentos e realçadores de sabor, podem estar adicionando a substância a mais na sua dieta sem você saber – inclusive nos doces.

A boa notícia é que, com medidas simples é possível reduzir o consumo de sódio. Uma alternativa, por exemplo, é trocar o sal por temperos e ervas naturais, uma vez que estes não trazem danos à saúde e podem gerar inúmeros benefícios.

Confira algumas opções de temperos saudáveis:

Cúrcuma

O tempero se destaca pela ação antienvelhecimento e antioxidante e, segundo uma pesquisa da Universidade da Califórnia, é capaz de reduzir o risco da doença de Alzheimer.

A cúrcuma também está entre os temperos que protegem contra diversos tipos de câncer e tem ação anti-inflamatória. Pode ser usada em sopas, pães, bolos, biscoitos, omeletes, tapiocas, e também em aves, carnes, cozidos e leguminosas. 

Faça sua avaliação de peso, descubra seu peso ideal e aprenda a emagrecer (emagreça com o Tecnonutri) com a Low Carb. Clique para saber mais

Orégano

Com propriedades antioxidantes, o condimento combate o envelhecimento, e é anti bactericida, antiinflamatório e estimulante, além de aliviar dores e ajudar na digestão. O tempero pode ser usado no preparo de pães, vegetais marinados, abobrinha, couve-flor, carne assada e peixes.

Cheiro-verde

Com propriedades antiinflamatórias, combate os radicais livres por conter antioxidantes poderosos. Ajuda na digestão devido à presença de enzimas que atuam na digestibilidade de gorduras e proteínas. Indicado para temperar carnes.

Alecrim

A planta tem propriedades antibióticas, antiinflamatórias, digestivas e antioxidantes. É ótima para carne vermelha, frango, de porco e também pode ser usado em legumes assados, especialmente batatas e abóboras

Alho e cebola

Combinação óbvia e muito benéfica para a saúde, essa dupla é perfeita para dar mais sabor aos pratos. Versáteis, podem ser usados para temperar arroz, omelete, na carne moída, no picadinho de frango, no estrogonofe…

Pimenta

Termogênica, a especiaria é aliada da dieta por acelerar o metabolismo e aumentar a queima de calorias, turbina o sistema imunológico e contribui para a boa digestão. 

Páprica

À base de pimentão seco moído, a páprica tem propriedades antioxidantes e antiinflamatórias. Nas versões doce e picante, pode substituir parte do sal em molhos, legumes, assados e saladas. Já a páprica defumada fica ótima na carne e no feijão.

Louro

Bastam duas folhinhas de louro para um tempero saboroso em molhos, feijão, sopa de legumes e carnes recheadas. Se desejar, retire a folha depois da receita pronta.

Manjericão

Erva aromática deliciosa para dar sabor a saladas, molhos de tomate e bolonhesa, ao espetinho de frango, peru ou mesmo à pizza.  Ele possui também ação antioxidante. 

Coentro

Tem um sabor marcante e é um ótimo tempero para peixes, frutos do mar, camarões, frango cozido, saladas, legumes e carnes grelhadas. Contém antioxidantes que auxiliam na digestão e têm propriedades bactericidas e fungicidas, além de ser fonte de vitamina C, magnésio, cálcio e fósforo. Essas substâncias são essenciais para o bom funcionamento do sistema imunológico.

Leia também: Temperos que aceleram a queima de gordura

Sobre o autor

Redação
Redação
Todos os textos assinados pela nossa equipe editorial, nutricional e educadores físicos.