Teacrina: O que é, para que serve e quais os benefícios

A teacrina é um suplemento nutricional que se tornou conhecido por ajudar a combater o cansaço físico, melhora o humor, a performance na prática de atividades físicas e mais. Por sua cor verde, ela pode ser confundida com a spirulina ou com o matcha, mas são diferentes. Ela é, na verdade, um composto naturalmente encontrado no cupuaçu, no café e em demais vegetais.

O suplemento pode ser comprado em farmácias ou em lojas de suplementos naturais, encontrado na forma de pó ou cápsulas.

Benefícios da teacrina

Combate a fadiga e energiza o corpo

Similar à cafeína, a teacrina combate a extrema sensação de cansaço, fadiga, além de energizar o corpo. Assim, sua suplementação também pode render uma melhor performance na prática de atividades físicas, tornando os treinos mais proveitosos.

Leia mais: Alternativas à cafeína que funcionam como estimulantes naturais

Melhora o humor

Ela também promove a melhora do humor, pois atua na regulação dos níveis dos neurotransmissores, como é o caso da serotonina, mais conhecida como “hormônio da felicidade”. Sendo assim, a suplementação pode ajudar a aliviar sintomas de ansiedade, depressão e estresse.

Leia também: Griffonia simplicifolia: O que é, para que serve e benefícios

Aumenta o foco e a concentração

É também devido à relação com os neurotransmissores que a teacrina pode ajudar na concentração. Por isso, sua suplementação pode beneficiar quem tem dificuldade para manter o foco nas atividades do dia a dia.

Leia mais: Cafeína pode impedir o ganho de peso

Como suplementar a teacrina de forma segura

Para suplementar a teacrina de forma segura é preciso, primeiramente, consultar um médico, quem deve recomendar (ou não) a suplementação e acompanhá-la de perto. Além disso, é importante contar com a ajuda de um profissional, pois apenas ele saberá dizer quais são as quantidades adequadas para cada organismo.

Ainda, a suplementação é contraindicada para gestantes, lactantes (fase de amamentação) e crianças com menos de 6 anos de idade.

Sobre o autor

Nathália Lopes
Nathália Lopes
Estagiária de Jornalismo