Tania Mara emagrece 8 kg com jejum intermitente

Tania Mara revelou o que fez para perder 8 kg durante a pandemia: jejum intermitente. A atriz e cantora entregou que nunca esteve tão bem consigo mesma. “Resolvi emagrecer (emagreça com o Tecnonutri) por conta da saúde mesmo, pensando no bem estar. Claro que também sou vaidosa. Mas, foi muito mais pela saúde. Tudo isso contribui bastante no dia a dia. Sinto que durmo melhor e tenho mais disposição. Estou me sentindo maravilhosa, feliz e realizada”, conta.

A estrela levou três meses para chegar ao resultado desejado. “Emagreci com alimentação saudável. Mas, o jejum intermitente foi uma coisa que me ajudou bastante. Ele faz parte da minha nova rotina de vida. O adaptei muito bem a essa rotina de gravação e estúdios e optei sempre por uma alimentação mais saudável. Óbvio que tem dias que como umas bobagens, mas no dia seguinte já retomo os hábitos saudáveis. E busco praticar exercícios físicos no mínimo três vezes por semana”, detalha em uma entrevista para a revista Quem online. 

Jejum intermitente: Saiba mais sobre o método que emagreceu Tania Mara

Apesar de não ser uma ideia recente, jejuar por um período determinado é uma das apostas que estão em alta para quem quer – prática conhecida como jejum intermitente.

Mas, mesmo sendo chamado de dieta, esse estilo de jejum é, na verdade, uma estratégia nutricional caracterizada por períodos alternados de jejum e alimentação regular. A fim de melhorar a composição corporal e saúde geral.

Os métodos de jejum intermitente mais seguidos: 

  • 16/8: é composto por 2 refeições diárias com um intervalo de 8 horas (por exemplo, uma refeição às 12 h e a outra às 20h, totalizando 16 horas em jejum;
  • Jejum completo: jejum durante 24 horas, uma ou duas vezes por semana;
  • Método 5:2: dois dias não consecutivos da semana, os indivíduos só consomem 500-600 calorias e nos outros 5 dias, alimentação normal.

O que não quebra jejum intermitente?

Durante o jejum, a pessoa está liberada basicamente para ingerir líquidos sem calorias, como água (com e sem gás) e chás e café sem açúcar ou adoçante. Ou seja, tal ingestão não quebrar jejum intermitente.

Assim, como Tania Mara, qualquer um pode fazer?

Quem acredita que a prática pode ser uma boa ideia deve primeiro consultar um nutricionista ou médico, assim como é indicado para todas as dietas. A adoção do jejum intermitente envolve adaptação física e mental. 

O jejum intermitente não é adequado para pessoas com doenças ou outras debilidades de saúde, como diabetes  – por conta da hipoglicemia que pode ser causada por longas horas sem comer. 

Também não é aconselhável para crianças, adolescentes, idosos, gestantes e lactantes pela pouca quantidade de nutrientes ingerido.

Leia também: Dieta funcional com low carb

emagreça com jejum intermitente

Sobre o autor

Redação
Redação
Todos os textos assinados pela nossa equipe editorial, nutricional e educadores físicos.