Somatização: O que é, sintomas e tratamento

O estado emocional e psíquico pode influenciar não só a saúde mental, como também a saúde física, causando dores e até mesmo desenvolvendo doenças. Esse processo é conhecido como somatização.

A somatização consiste em sintomas físicos que surgem a partir de condições psicológicas, como a ansiedade e depressão, por exemplo. Quando isso se torna recorrente, passa a ser chamado de transtorno de somatização.

Ela pode ocorrer como resultado do nosso corpo tentando lutar contra o estresse emocional e psicológico. Com isso, aparecem também sintomas físicos, afetando principalmente os sistemas digestivo, nervoso e reprodutivo.

Apesar de muitas vezes estar relacionada a condições psicológicas, as causas da somatização ainda são incertas. Contudo, a genética também pode contribuir para o desenvolvimento do distúrbio.

Leia também: Como a qualidade do sono afeta a saúde mental

Sintomas

Os sintomas mais comuns da somatização podem incluir:

  • Queda do sistema imunológico; 
  • Dores no corpo, pescoço e nas costas; 
  • Problemas articulares; 
  • Enxaquecas; 
  • Formigamento nos braços e pernas; 
  • Zumbido no ouvido; 
  • Sensibilidade a luz e cheiros; 
  • Insônia
  • Dermatites;
  •  Problemas no sistema digestivo (azia, refluxo, diarreia);
  • Problemas respiratórios (asma e bronquite, etc);

Tratamento

Geralmente, quando surgem sintomas específicos as pessoas tendem a buscar ajuda médica e pensar que é algo grave. Porém, quando não há qualquer problema somático, o médico deve encaminhar o paciente a um profissional de saúde mental, para uma avaliação psicológica.

O tratamento utilizado irá depender do caso e da abordagem do profissional. Mas, na maioria das vezes a terapia pode ajudar a aliviar os sintomas associados aos transtornos de somatização.

Leia também: Desafios que nossa saúde mental enfrentará depois da pandemia

Sobre o autor

Julia Moraes
Julia Moraes
Estagiária de Jornalismo