Como a saúde bucal influencia na saúde emocional

Cuidar da saúde bucal e ter dentes bonitos e fortes não é apenas questão de estética e higiene, mas também influencia na saúde emocional. De acordo com a OMS (Organização Mundial da Saúde), a saúde bucal em dia eleva a autoestima, pois o sorriso pode deixar uma pessoa desconfortável ou não.

Nem todo mundo sabe, mas o estresse, por exemplo, pode atingir a saúde bucal causando problemas como a gengivite e o bruxismo. Duas condições que causam dores e desconfortos terríveis. Desse modo, os desequilíbrios na saúde emocional podem ser responsáveis por situações que afetam a saúde bucal. Que incluem o surgimento de mau hálito, aftas, além de cárie, em razão da diminuição na produção de saliva.

Leia também: Benefícios da leitura para a saúde mental e emocional

comer bem e cuidar da mente

Autoestima

Diversas pessoas acabam desistindo de sair para lugares como reuniões em família, festas com os amigos, ou qualquer outra forma de se divertir por conta da aparência dos dentes. Além disso, comentários maldosos atrelados aos dentes são tão comuns quanto parece. Quem não tem todos os dentes, por exemplo, sente-se extremamente desconfortável para sorrir ou comer qualquer alimento que demanda um esforço. 

Tal situação pode gerar traumas e complexos, o que causa grande impacto no bem-estar emocional. Então, é fundamental cuidar da saúde bucal, veja abaixo algumas dicas.

  • Escovar os dentes diariamente entre as refeições;
  • Usar o fio dental todos os dias;
  • Fazer uso de enxaguante bucal para complementar a higienização;
  • Tenha uma escova de dentes que alcance todos os dentes;
  • Evite refrigerantes, café, chás escuros e outros alimentos que escurecem seus dentes;
  • Escove a língua;
  • Fique atento a qualquer mudança na sua boca.

Ademais, consulte um dentista sempre que puder para que o especialista avalie se está tudo bem.

Leia também: Como ser organizado impacta na saúde mental e emocional

Sobre o autor

Julia Moraes
Julia Moraes
Estagiária de Jornalismo