Sálvia: Propriedades e como usar

A sálvia, cujo nome científico é Salvia officinalis, serve para diversos propósitos, desde os medicinais, até mesmo para temperar a comida. Suas propriedades são riquíssimas e, por isso, tem sido usada desde antes da Idade Média.

Primeiramente, há mais de uma variedade da sálvia. Entretanto, abordando-a de modo geral, são claras as vantagensda erva para a saúde, bem como para o bem-estar do corpo. Não é de se espantar, portanto, que seu uso já se estende por milênios, desde os tempos do Egito Antigo e do Império Romano.

Seu nome significa, no latim, “curar” e, quanto ao seu uso, esse vai desde o afastamento do mal, até tratar picadas de cobras e, surpreendentemente, aumentar a fertilidade da mulher. Foi assim que ela ganhou o título de “planta amiga das mulheres”.

Leia mais: Adaptógenos: Ervas que ajudam a combater o estresse

Para que serve

A sálvia pode ser usada de maneiras diversas. Entretanto, seus fins mais comuns são: tratamento de doenças como gengivite, bronquite, rinites e demais condições semelhantes; temperar comidas e, especialmente para as mulheres, tratamento de problemas acarretados pelo ciclo menstrual, como a amenorreia e a menopausa, por exemplo.

Por possuir propriedades medicinais, a sálvia faz parte da dieta Ayurveda, tradicional da Índia. Sua presença também podia ser observada na medicina tradicional chinesa, bem como na antiga tradição greco-romana. Sendo assim, a erva sempre foi muito popular.

Outras condições que o tempero pode ajudar a tratar são caspa, catarro, gengivite, reumatismo, vômito, tosse, diarreia, diabetes, indigestão entre outras. 

Leia também: Manjericão: Para que serve, propriedades e como usar

Propriedades da sálvia

As propriedades da sálvia não são poucas, portanto, as principais, que devemos pontuar são, a riqueza de cepas de bactérias Staphylococcus em sua composição. Essas bactérias, no corpo, possuem ação antibactericida, ou seja, ajuda no tratamento de doenças provocadas por elas, as bactérias. 

Não só, também é conhecida por possuir ação anti-inflamatória, bem como anti-reumática (previne dores e doenças nos músculos, articulações e ossos), balsâmica, cicatrizante e digestiva. Além disso, auxilia no equilíbrio no funcionamento de todo organismo e ajuda na redução do cortisol, o hormônio do estresse

Ademais, é rica em diversas vitaminas, tais como a K, a A, a B, a C e a E. Não apenas, há outros nutrientes em sua composição, como magnésio, ferro, cálcio, manganês, cobre e outros. É, também, fonte de ácido fólico e fibras, quando ingerida em sua forma fresca.

Leia mais: Temperos e ervas naturais que podem substituir o sal na cozinha

Como usar

A sálvia pode ser consumida em forma de chá, sendo esse o modo mais comum e que, além de prático, é ótimo para acabar com a retenção de líquido, especialmente nas mulheres. Não só, o chá é especialmente benéfico para quem sofre de cistite e ressecamento vaginal.

Não apenas, seu uso como tempero é também muito popular, podendo temperar pratos diversos, como massas, saladas e muitas outras opções.

Leia também: Os temperos e ervas mais saudáveis para incluir na dieta

 
 

Sobre o autor

Nathália Lopes
Nathália Lopes
Estagiária de Jornalismo