Psicodrama: A terapia que envolve representação teatral

Para cuidar da mente existem diversos tipos de terapia e linhas de tratamento. Um deles é o psicodrama, método terapêutico que foca em resolver os problemas por meio da encenação teatral e da análise realizada pelo terapeuta e pelos participantes.

Criado pelo psiquiatra romeno Jacob Levy Moreno, o psicodrama é utilizado na psicoterapia para os pacientes encontrarem uma solução para o que os oprime. Dessa maneira, pode ser realizado de forma individual, em família, em grupo ou casal.

É uma ótima alternativa para buscar autoconhecimento e ressignificar acontecimentos. De acordo com seu criador, as pessoas nascem capazes de ser espontâneas e, por conta de vivências no convívio social, vão sendo limitadas nessa capacidade. Por isso, as cenas vividas durante o método são oportunidades de aumentar a criatividade e espontaneidade dos indivíduos.

Mas o método terapêutico não é indicado apenas para quem têm problemas específicos. Todos podem se beneficiar dessa prática.

Leia também: Terapia de casal: Tudo o que você precisa saber

Com as encenações, os participantes são capazes de ver seus problemas a partir de outra perspectiva. Além disso, ela se sente apoiada pelo grupo e pelo terapeuta.

Como funciona uma sessão

O método pode ser realizado de forma individual, em família, em casal ou em grupo. Geralmente o método segue as seguintes etapas:

  1. Aquecimento: Durante o início da sessão, são feitos exercícios para que os assistentes sejam integrados e tomem consciência do começo.
  2. Encenação. Em seguida, uma participante é encorajado a explicar o problema que tem, e essa pessoa pode representá-lo ou escolher outras para encenar seu problema.
  3. Análise de grupo: Na análise de grupo, as pessoas compartilham suas experiências de quando participaram da atuação ou através da percepção que obtiveram sendo espectadores.
  4. Encerramento: Cada participante fala sobre sua aprendizagem durante a sessão. Por último, o terapeuta faz um resumo da sessão e facilita sua compreensão.

Benefícios

  • Tomada de consciência sobre os problemas.
  • Ter diferentes soluções para os problemas.
  • Autoconhecimento.
  • Compreender os sentimentos dos outros.
  • A criatividade e espontaneidade.
  • Liberação emocional.

Sobre o autor

Julia Moraes
Julia Moraes
Estagiária de Jornalismo