Pensamentos automáticos: O que é e como evitar

Os pensamentos automáticos são aqueles que surgem em nossas mentes instantaneamente, reforçando alguma crença que temos. Esses pensamentos podem ser positivos ou negativos. Na maioria das vezes, os pensamentos automáticos são uma distorção da realidade. Assim, provocam angústia e interferem na capacidade de atingir seus objetivos.

Por exemplo, uma pessoa com depressão costuma ter pensamentos negativos e falsos como “Não irei sair da cama, pois nada de bom vai acontecer na minha vida”. Além disso, apesar de não serem inconscientes, na maior parte do tempo as pessoas acabam não se dando conta dos pensamentos automáticos.

Por outro lado, existem os pensamentos positivos de esforço, que aparecem para reforçar nossas competências. Como por exemplo “Eu sabia que conseguiria” ou “Eu confio nas minhas capacidades”. Desse modo, quem tem esses pensamentos possui maior inclinação para o sucesso, por isso, é importante reforçá-los todos os dias. 

comer bem e cuidar da mente

Como evitar os pensamentos automáticos negativos 

Identifique-os 

Para evitar os pensamentos automáticos, devemos identificar quais são eles e de que maneira eles atrapalham as realizações. No geral, é necessário ter apoio profissional de um psicólogo ou psiquiatra.

Leia mais em: Pensamentos intrusivos: Como tratar o problema

Pense ao contrário

Os pensamentos automáticos se repetem com grande frequência, isso porque o nosso cérebro está condicionado a tê-los. Portanto, uma ótima alternativa para evitá-los é pensar ao contrário, ou seja, se você costuma pensar que não é bom o suficiente, treine sua mente para pensar que você é capaz.

Não reclame

Reclamar é algo natural do ser humano. Contudo, as reclamações podem trazer vivências negativas para a vida. Sendo assim, evite reclamar demais sobre acontecimentos que te incomodaram durante o dia, especialmente no ambiente de trabalho ou familiar.

Leia também: Como barrar os pensamentos negativos

Pratique a meditação

A meditação traz diversos benefícios tanto para a mente quanto para o corpo. Dito isso, separe um momento do seu dia, mesmo que 5 minutos, para praticá-la. Ao inspirar, tenha em mente situações positivas, que tragam paz e alegria. Quando expirar, mentalize tudo o que faz mal e solte o ar com força e profundidade. Repita várias vezes.

Leia também: Meditação zazen: O que é e como praticar

Sobre o autor

Julia Moraes
Julia Moraes
Estagiária de Jornalismo