fbpx

Óleo de copaíba: O que é, propriedades e benefícios

O óleo de copaíba provê diversos benefícios à saúde. Ele é extraído da fruta de mesmo nome, cuja origem é latino-americana, principalmente, da região amazônica.

Não só, pode ser encontrada também em outras localidades da América, bem como na África Ocidental. Essa árvore vive cerca de 400 anos.

Não existe um único tipo de óleo de copaíba, sendo a concentração do mesmo o que diferencia suas variedades. Entretanto, em todas as suas versões, ele é extraído do tronco da árvore e, usualmente, é utilizado para fins medicinais – em forma de cápsulas, em sua forma pura ou, até mesmo, em produtos como sabonetes ou shampoos

Propriedades do óleo de copaíba

Cerca de 72% do óleo é composto de sesquirtepenos, presentes em diversos óleos essenciais. Os outros 28% são compostos por diterpenos, substâncias naturais comuns em plantas. Entretanto, essa porcentagem pode variar por diversos fatores como, por exemplo, o solo e, portanto, isso altera a concentração do óleo.

São essas propriedades que lhe rendem sua ação anti-inflamatória, seu efeito cicatrizador, seu potencial antisséptico, bem como suas propriedades antivirais e antiúlcera gástrica.

Benefícios do óleo de copaíba

Ação cicatrizante 

Devido a seu potencial anti-inflamatório, bem como sua ação antisséptica, o óleo de copaíba é grande aliado da cicatrização. Certamente, quando houver algum machucado, ele saberá como combater possíveis danos adicionais e será excelente na aceleração do tecido cicatricial.

Sua aplicação em regiões afetadas, será de grande auxílio no tratamento de, por exemplo: dermatites, urticárias, psoríase, acne, herpes, feridas em geral, bem como outras condições, até mesmo picadas de insetos e de cobras.

Leia também: Alimentos que garantem uma pele saudável e lisinha

Protege o sistema nervoso

Segundo pesquisadores da Universidade Federal do Pará, o óleo de copaíba pode ser de grande ajuda no combate de doenças que atacam, a princípio, o sistema nervoso central, tal como o Alzheimer.

Leia mais: Óleos essenciais para combater dores de cabeça

Tratamento de problemas pulmonares

Com certeza, há comprovação de que fazer gargarejo com o óleo pode combater infecções na garganta, bem como tosse e amigdalite. Não apenas, ingerir cerca de 4 gotas do óleo, em conjunto com mel, pode ser de grande ajuda na expectoração (expulsão, por meio da tosse, de secreções provenientes da traqueia, brônquios e pulmões). 

Leia também: Mel de Manuka: O alimento que promete cuidar da saúde e beleza

Ação anti-tumores

Já foi muito estudado o potencial da substância de combater variadas formas de câncer. Conclusivamente, acredita-se que o óleo tem a capacidade de agir contra células cancerígenas diversas, tais como as responsáveis pelo câncer de mama, o câncer de próstata, bem como o câncer de cólon.

Leia mais: Alimentos que ajudam a prevenir câncer de próstata

Desafio 7kgs em 6 semanas!

Elimine até 7kgs em apenas 6 semanas!

 
 

Sobre o autor

Nathália Lopes
Nathália Lopes
Estagiária de Jornalismo