Novembro Azul: Alimentos que previnem câncer de próstata

O Novembro Azul é uma campanha que busca conscientizar a respeito da necessidade da prevenção e diagnóstico do câncer de próstata, o tipo de tumor mais comum em homens com mais de 50 anos, além da importância de cuidados integrais com a saúde do homem.

A próstata é a glândula localizada abaixo da bexiga e que envolve a uretra, canal que liga a bexiga ao orifício externo do pênis. Em geral, o diagnótisco é obtido a partir do exame de toque ou pelo exame que rastreia e detecta o antígeno prostático específico (PSA) – quanto maior o PSA, maior o risco de desenvolver a doença.

Leia também: Excesso de gordura pode indicar risco de câncer de próstata

Novembro Azul: Como a alimentação pode prevenir o câncer de próstata

A única forma de garantir a cura do câncer de próstata é o diagnóstico precoce. Dito isso, vale pontuar que a forma como nos alimentamos tem impacto direto em nossa saúde, inclusive no que diz respeito à prevenção de doenças. Da mesma maneira, a alimentação impacta sobre o câncer de próstata. Por isso, o consumo de determinados alimentos é capaz de reduzir o risco desse diagnóstico.

No entanto, é essencial reiterar que somente uma alimentação balanceada e rica em antioxidantes não dispensa exames e o acompanhamento médico preventivo.

Tomate

O consumo de alimentos como o tomate, rico em licopeno, pode prevenir a formação do tumor na próstata. Em resumo, o licopeno é um tipo de antioxidante que protege as células da próstata e previne sua degeneração e o crescimento do tumor.

Pimenta

A pimenta também pode reduzir o risco do tumor se desenvolver. Devido ao seu potencial anti-inflamatório, ela controla os níveis de PSA e a proliferação descontrolada de células malignas.

Em geral, homens que não possuem câncer de próstata tem nível de PSA menor que 4 ng/ml de sangue. Porém, um nível abaixo desse valor não garante que um homem não tenha câncer. Por isso, exames também são recomendados.

Ainda, o exame de PSA não detecta apenas o câncer de próstata, mas outras condições como a prostatite (inchaço da próstata) e a hiperplasia prostática benigna (aumento da próstata geralmente relacionado à idade).

Leia também: Quem come pimenta vive mais, diz estudo

Chá verde

O chá verde é uma bebida cafeinada que, segundo um estudo realizado no Reino Unido, pode retardar a progressão do câncer de próstata. Isso se deve principalmente à abundância em isoflavonas e polifenois.

Leia também: Composto do vinho e do chocolate reduz a pressão arterial

Romã

A romã e suas sementes são excelentes para a saúde, inclusive em relação à prevenção do câncer de próstata, pois suas propriedades inibem o desenvolvimento de células cancerígenas de diversos tipos.

Castanha-do-pará

Não é só a castanha-do-pará que previne o desenvolvimento da doença, mas demais oleaginosas também podem ajudar, pois são ricas em selênio, um mineral que inibe a produção celular e age como um antioxidante.

Brócolis

O brócolis, assim como demais vegetais crucíferos, é fonte de um antioxidante chamado sulforafano, poderoso e ideal para a prevenção de inflamações no corpo. Não só, é um nutriente que previne doenças crônicas, como é o caso do câncer. Nesse sentido, ele previne algo chamado “apoptose excessiva”, ou seja, a morte celular em excesso. Esse processo pode causar doenças neurodegenerativas, como o Alzheimer e o mal de Parkinson. Não só, pode levar também ao desenvolvimento do câncer de próstata.

Além disso, o brócolis e alimentos como a couve-flor, a couve, o espinafre e outros, também são fonte de indole-3-carbinol, um hormônio que promove uma forte ação antineoplásica em cânceres de mama, ovários e da próstata, ou seja, age em favor da destruição de células malignas.

Alho e cebola

O alho e a cebola são muito mais que temperos. Além de fortalecerem o sistema imunológico, eles podem prevenir doenças graves, como é o caso do câncer de próstata. Certamente, isso se deve à abundância em antioxidantes e, quando consumidos em conjunto, sua ação preventiva é ainda mais eficiente – como demonstrado em um estudo realizado pelo Instituto Nacional do Câncer dos Estados Unidos. Segundo a análise, o risco de homens que comem mais alho e cebola desenvolverem câncer de próstata é 50% menor.

Leia também: Beber café pode ajudar pacientes com câncer colorretal

Sobre o autor

Nathália Lopes
Nathália Lopes
Estagiária de Jornalismo