Melhores opções para quando bate a vontade de um doce

Quem encara uma dieta com restrição calórica conhece bem aquela vontade incontrolável de comer um docinho, seja depois do almoço ou no meio da tarde. Para ajudar nesses momentos, a nutricionista Adriana Stavro, membro da Sociedade Brasileira de Alimentação e Nutrição (SBAN), preparou algumas dicas com alternativas mais saudáveis aos doces industrializados sem açúcar. Confira.

Chocolate

Escolha versões com pelo menos 70% cacau. “Embora ainda contenha açúcar e gordura, essas substâncias estão presentes em menor quantidade em relação ao chocolate branco e ao leite. O chocolate amargo é uma boa fonte de polifenóis, que têm função antioxidante e fazem bem à saúde cardiovascular”, descreve. O limite? Dois quadradinhos ao dia.

Leia também: 6 motivos para incluir o chocolate amargo na dieta

Frutas assadas

Banana, maçã e pera podem ser levadas ao forno ou aquecidas no micro-ondas com um pouco de mel ou adoçante xilitol e uma pitada de canela ou cacau em pó. Essa é uma sobremesa deliciosa e saudável. Por conter muitas fibras, as frutas ajudam a aumentar a sensação de saciedade. Já a banana tem triptofano, que contribui para a regulação do humor e da ansiedade.

Mingau de aveia

Pode ser preparado com leite vegetal, mel ou adoçante xilitol. É uma opção nutritiva que reduz a compulsão por doces. Inclua algumas oleaginosas (nozes, amêndoas e castanhas), ricas em minerais, entre eles o selênio, que têm propriedades antioxidantes e anti-inflamatórias – isso ajuda a controlar o ganho de peso e combate diversas doenças. Por conta do alto teor calórico, o recomendado é ingerir até 30 gramas por dia.

Frutas secas

Mesmo com elevado teor de carboidratos, são uma ótima opção para substituir os doces sem açúcar. Afinal, contêm fibras e podem ser combinadas com nozes e castanhas, resultando em um lanchinho saudável e prático. Mas lembre-se: escolha as versões sem adição de açúcar. 

Leia também: Doce sem açúcar é mesmo mais saudável?

 
 

Sobre o autor

Redação
Redação
Todos os textos assinados pela nossa equipe editorial, nutricional e educadores físicos.