Mel com limão: Remédio para tudo ou lenda urbana?

Atire a primeira pedra quem nunca recorreu à famosa dupla mel com limão para curar uma gripe, resfriado, dor de garganta ou febre.

A mistura foi, há muito tempo, promovida como elixir da saúde e bem-estar no mundo todo, e tem quem garanta que ela possui outros benefícios, como eliminar toxinas, gordura e até tratar a pele. 

Claro que tanto o mel quanto o limão têm nutrientes que trazem muitas vantagens para o bom funcionamento do corpo, mas será que eles são tão poderosos a ponto de serem eficazes para tudo?

Dois ingredientes de peso

Produzido pelas abelhas, o mel é comumente usado como substituto do açúcar processado na culinária, e também possui funções terapêuticas, como o tratamento de feridas e queimaduras na pele. Já o limão é uma fruta cítrica amplamente empregada em temperos e no preparo de sucos e sobremesas. Seu maior benefício é originário da presença abundante de vitamina C em sua composição.

Assim, é uma crença comum que a combinação desses dois ingredientes em uma bebida possa ajudar com uma longa lista de doenças comuns, incluindo ainda problemas digestivos, acne e combate ao ganho de peso. Porém, nem todas as vantagens creditadas a esse composto são respaldadas pela ciência.

O que dizem os estudos

Seja puro ou diluído em um chá quente, o mel é um tratamento popular para resfriados e tosse, principalmente em crianças, e estudos realmente apoiam que ele é aliado para reduzir a gravidade e a frequência da tosse em pessoas com infecções respiratórias.

Leia também: Afinal, mel é melhor que açúcar?

Entretanto, caso do limão, a vitamina C estimula a produção de glóbulos brancos que ajudam seu corpo a combater infecções.

A fruta também é rica em flavonoides, composto vegetal que, quando absorvido pelo organismo, pode reduzir o risco de doenças cardíacas e diabetes e até prevenir o declínio cognitivo.

Portanto, combinar os dois em uma bebida saborosa tem o apoio da ciência como auxiliar no tratamento de gripes, tosses e resfriados.

Além disso, uma caneca de chá quente e mel com limão é um remédio calmante para a dor de garganta e agradável de beber quando você está se sentindo doente.

Alegações populares sem comprovação

Muitas alegações sobre esta dupla, porém, não têm evidências científicas para comprová-las.

  • Libera toxinas: Nenhuma evidência científica confirma a eficácia do uso de limão e mel para livrar o corpo de toxinas. 
  • Melhora a acne: O mel é benéfico quando aplicado diretamente na pele, mas não há validação de que a mistura possa ajudar a prevenir ou tratar a acne. 
  • Derrete a gordura: A afirmação popular de que a água com limão e mel derrete a gordura é falsa. A melhor maneira de perder excesso de gordura corporal é seguir uma dieta (emagreça com o Tecnonutri) saudável e equilibrada, praticar exercícios físicos e aumentar o número de calorias que você queima.

Leia também: 5 motivos para tomar chá todos os dias

Sobre o autor

Redação
Redação
Todos os textos assinados pela nossa equipe editorial, nutricional e educadores físicos.