Megaformer: Aparelho fitness é aposta para 2020

Já ouviu falar no megaformer? Trata-se de uma máquina que combina pilates, aeróbico e treinamento de força. Criado por Sebastian Lagree, o aparelho permite empurrar, levantar pesos e fazer agachamentos, sendo mais exigente que o pilates tradicional.

Além disso, o megaformer possui variações de cabos e guidão, para que se possa realizar exercícios diferentes. Também é possível ajustá-lo de acordo com o nível de condicionamento físico ou histórico de lesões.

A maioria dos exercícios feitos com este equipamento é composta de movimentos corporais. Ou seja, você acaba treinando o corpo inteiro mesmo que esteja fazendo apenas uma atividade voltada para as pernas. 

No entanto, o megaformer e reformer pilates não são a mesma coisa. Apesar de terem algumas semelhanças, como a mobilidade do transporte, guidão, tensão e correias largas, existem algumas diferenças, como o peso do transporte (que é mais pesado no reformer ) e a largura e comprimento (o megaformer é maior e mais longo).

megaformer

Como é uma aula de megaformer

Com duração média de 45 a 55 minutos, as aulas funcionam com exercícios de intensidade moderada a alta. Porém, o megaformer não é sobre levantar mais pesos, mas trata-se de suportar o exercício por mais tempo, mantendo a forma adequada. 

Manter o controle é fundamental, pois permite que as articulações permaneçam seguras, enquanto estimula as fibras musculares e os tecidos. Além disso, os movimentos lentos e controlados ativam as fibras musculares que contraem lentamente a queima de gordura, estimulando o corpo para obter os melhores resultados. 

Sendo assim, quando a prática se tornar regular, você notará que nenhum treino é igual. E a medida que for fortalecendo, mantenha os movimentos mais longos e diminua continuamente a velocidade.

Exercícios

  • Carrinho de mão: É um excelente exercício para a postura (estabilização da coluna vertebral) e abdominais. Você começa com as mãos e os joelhos e usa os ombros e os braços para empurrar a máquina para frente e para trás. 
  • Escada rolante: Ao emitar o subir dos degraus, o foco deste exercício é trabalhar quadriláteros, glúteos e parte interna das coxas.
  • Torção francesa: Projetado para fortalecer o tronco, a torção francesa é o melhor exercício do tronco oblíquo.

Sobre o autor

Julia Moraes
Julia Moraes
Estagiária de Jornalismo