É possível ganhar massa magra seguindo uma dieta plant-based?

O maior objetivo de quem malha é ganhar massa magra, mas muitas pessoas estão adotando a dieta (emagreça com o Tecnonutri) plant-based. Será que ainda é possível ganhar músculos com esse estilo alimentar?

Antes de mais nada, a dieta plant-based é aquela que apoia uma alimentação natural, variada e colorida, prezando pelos alimentos orgânicos e a produção sustentável. Busca reduzir o consumo de produtos de origem animal e prioriza os alimentos que vêm da terra – sem necessariamente excluir a carne de vez.

O que é massa magra?

É bom entender o que, de fato, é a massa muscular – também chamada de massa magra. E não são apenas, músculos, viu? É a combinação deles com ossos, vísceras e tecidos moles. A gordura, por sua vez, é o que consideramos massa gorda.

Existem vários tipos de dieta voltadas para esse objetivo, e o que elas têm em comum é o aumento da ingestão de proteína, que é um macronutriente importante na construção e manutenção dos músculos.

Portanto, a preocupação é de que a alimentação baseada em produtos naturais e vegetais não provenha quantidade suficiente de proteína necessária para o ganho de massa magra.

Leia também: Sinais de que você está comendo pouca proteína

Proteínas da dieta plant-based

Na verdade, há uma abundância de fontes de proteína (vegetal) na dieta plant-based.

Entretanto, para haver ganho eficiente de massa magra elas devem ser ingeridas nas quantidades adequadas.

Outras boas opções são o tempê e o tofu.

Leia também: 4 maneiras de consumir proteína sem precisar comer carne

Não só, alguns alimentos são recomendados como pré-treino, para melhorar ainda mais a performance na academia e garantir melhores ganhos. 

  • Frutas frescas ou secas
  • Batatas (doce ou inglesa)
  • Pastas e manteigas veganas
emagreça com jejum intermitente

Sobre o autor

Nathália Lopes
Nathália Lopes
Estagiária de Jornalismo