Maracujá: Benefícios e como consumir

O maracujá é uma fruta muito popular, afinal, seu gosto é delicioso, possui propriedades calmantes, sem falar que seu cheiro é também muito característico.

Além disso, pode facilmente ser adicionada às mais diversas receitas, inclusive opções low carb (conheça a Low Carb do Tecnonutri) . Não só, todas as suas partes podem ser aproveitadas – desde a polpa até a casca.

Propriedades do maracujá

A fruta de cor amarela é rica em nutrientes e vitaminas. Algumas das vitaminas que fazem parte de sua composição são as do complexo B, a A e a C, todas essenciais para a saúde e bom funcionamento do organismo.

Não só, é abundante em nutrientes como cálcio, fósforo, ferro, potássio e sódio. Além disso, é excelente fonte de fibras.

Leia mais: Frutas e vegetais diuréticos naturais que ajudam a desinchar

Benefícios do maracujá

Auxilia na perda de peso

Rico em fibras e, portanto, propiciando a sensação de saciedade e o melhor funcionamento do intestino, beneficia aqueles que objetivam a perda de peso. Assim, é grande aliado da saúde da flora intestinal e do emagrecimento.

Leia também: Alimentos aliados do microbioma intestinal e da perda de peso

Fortalece a imunidade

Abundante em vitamina C, faz com que o sistema imunológica seja fortalecido. Desse modo, combate diversas doenças e condições que podem atingir o organismo.

Leia mais: Como fortalecer a imunidade

Ação calmante

Por conter alcaloides e flavonoides em sua composição, a fruta possui ação calmante, agindo como um legítimo tranquilizante. Também, acalma os músculos e dores.

Leia também: 6 chás que ajudam a dormir melhor

Combate a anemia

O ferro da sua composição fortalece o sangue, mais especificamente a hemoglobina. Desse modo, previne e combate a anemia, condição caracterizada pelo número de glóbulos vermelhos abaixo do normal. 

Leia mais: Alimentos com mais ferro que carne vermelha

Como consumir o maracujá

A fruta pode integrar as mais diversas receitas, como:

Leia também: Sucos para perder barriga

emagreça com jejum intermitente

Sobre o autor

Nathália Lopes
Nathália Lopes
Estagiária de Jornalismo