Luto: Entenda a importância e saiba como lidar

O luto é um processo de angústia que todos os seres humanos passam durante a vida. Na maioria das vezes é associado à perda de um ente querido, mas não está relacionado apenas a morte. O que varia é a intensidade e como cada um irá lidar com os sentimentos. 

Dessa maneira, o luto não é um transtorno ou doença, mas sim, uma reação a uma perda impactante. A expressão do luto pode ocorrer por manifestações físicas, como o choro, e emocionais, como tristeza, raiva e ansiedade

Contudo, nem sempre este processo precisa ser marcado por uma desestrutura emocional. Muitas vezes, pode ser vivenciado em silêncio. Mas, isso não significa que a pessoa não esteja sofrendo com a perda. As pessoas lidam de formas diferentes com os problemas, cada um tem sua particularidade.

Além disso, segundo especialistas, a viver o luto é fundamental, pois quando o reprimimos, pode se tornar algo patológico. Ou seja, em vez de sofrermos por um período de um ano, podemos enfrentar a angústia por muito mais tempo, desenvolvendo sentimentos profundos de tristeza e até mesmo depressão.

comer bem e cuidar da mente

Fases do luto

De acordo com alguns estudos, existem estágios do luto. Que são eles:

  • Negação: Durante essa fase a pessoa evitar falar sobre o assunto, acredita que não está acontecendo anda e usa sua estrutura emocional para lutar contra a morte;
  • Raiva: A raiva é uma fase necessária no processo de luta. Há sentimentos de ira, questionamentos e revolta, expressados de forma inquieta e chorosa.
  • Barganha: Antes de perder alguém, muitas pessoas acabam pensando em fazer qualquer coisa para que isso não acontece. Por exemplo, dizer a si mesmo ou a entidades religiosas “Eu nunca mais ficarei bravo com meu marido se ele viver” e assim por diante. Após a perda, a barganha surge para não ter que lidar com o sentimento, onde o desejo é sempre voltar no tempo.
  • Depressão: A depressão se desenvolve quando o nível de tristeza está profundo e não há mais força emocional para lutar contra a perda e o fim.
  • Aceitação: Após toda a dor e sofrimento, vem a aceitação. Assim, a vontade de voltar a realizar as atividades diárias e o prazer por viver retornam. Mesmo que a dor ainda esteja ali, é possível seguir em frente.

Leia também: Como cuidar melhor da saúde emocional

Como lidar

Uma das melhores opções para lidar com o luto é com psicoterapia. Isso porque perder um ente querido é um evento estressor e o tratamento ajuda a reorganizar seus pensamentos e sentimentos resultantes da dor e sofrimento.

Durante as sessões, o paciente irá desabafar e o terapeuta irá avaliar suas preocupações, trazendo a tona os sentimentos de bloqueio. Para que assim, seja possível trabalhar a capacidade de se readaptar a uma nova realidade.

Leia também: A importância do silêncio para a saúde mental

Além disso, também há algumas tarefas que podem contribuir nesse processo:

  • Tenha um tempo para si mesmo ;
  • Aceite seus sentimentos e saiba que o luto é um processo;
  • Converse e passe um tempo com amigos e familiares;
  • Não se isole;
  • Pratique exercícios regularmente, coma bem e durma o suficiente para permanecer saudável e energizado.

Leia também: Desapego emocional: O que é e como lidar

Sobre o autor

Julia Moraes
Julia Moraes
Estagiária de Jornalismo