Lesão por esforço repetitivo (LER): Como tratar e evitar

A lesão por esforço repetitivo – também conhecida como LER – é uma síndrome que ocorre principalmente em pessoas que realizam a mesma atividade excessivamente. Como por exemplo, digitar, dirigir, fazer crochê ou qualquer outro movimento que sobrecarregue o sistema musculoesquelético.

Dessa maneira, a lesão por esforço repetitivo provoca dores nos membros superiores e nos dedos, dificuldade para movimentá-los, formigamento, fadiga muscular e inflamação. Geralmente, as partes mais afetadas são os músculos, ligamentos, articulações, tendões e nervos. As lesões inflamatórias mais comuns incluem: 

  • Tendinite (especialmente no punho, cotovelo e ombro);
  • Epicondilite;
  • Bursite;
  • Síndrome do túnel do carpo;
  • Dedo em gatilho;
  • Lombalgia (dores nas costas);
  • Mialgia (dores musculares);

Além disso, um ambiente de trabalho estressante e uma postura inadequada pode piorar a lesão. Essa condição pode prejudicar a qualidade de vida e, muitas vezes, é necessário o afastamento do trabalho para poder se recuperar. 

Tratamento

O tratamento para esta condição varia de acordo com a gravidade dos sintomas. Mas, no geral, inclui o uso de medicamentos como anti-inflamatório. Para casos mais avançados é recomendado a aplicação de corticoides na área da lesão ou por via oral, fisioterapia ou até mesmo intervenção cirúrgica.

Leia também: Alongamentos e exercícios para quem tem dor nas costas

Como evitar

Ajuste a cadeira e o monitor

Ajuste a cadeira à sua altura em relação à mesa de trabalho e invista em uma ergonômica para evitar dores e possíveis lesões. A distância mínima entre você e o monitor deve ser de 50 cm e, no máximo, 70 cm.

Atenção na postura

Durante o trabalho, é de grande importância ter a postura correta. Então, lembre-se de manter os pulsos retos, os ombros relaxados, as costas apoiadas no encosto da sua cadeira e os pés totalmente apoiados no chão.

Alongue-se

Os alongamentos trazem diversos benefícios para o nosso corpo, especialmente quem realiza a mesma atividade repetidamente. Portanto, enquanto trabalha, faça pausas para se alongar, esticando os braços para cima com os dedos entrelaçados e inclinando o corpo para um lado e para o outro.

Sobre o autor

Julia Moraes
Julia Moraes
Estagiária de Jornalismo