Konjac: O que é, benefícios e como consumir

konjac virou sinônimo de emagrecimento no mundo das dietas. Conhecido por auxiliar na perda de peso, o alimento foi das farmácias de manipulação aos supermercados, com versões de produtos que imitam o macarrão e outras massas, mas com baixo valor calórico.

Originário do Japão e também encontrado na Indonésia, konjac é uma planta que lembra o nosso inhame. A raiz é a parte mais utilizada dela. No Brasil, ele ganhou o apelido de “miojo milagroso” .

Antes de se tornar popular mundialmente, o tubérculo já era utilizado há mais de 2 mil anos entre os japoneses para fazer um potente chá emagrecedor.

Seu componente principal é o glucomonano: uma fibra que auxilia na redução dos níveis de colesterol e melhora a sensibilidade à insulina. É livre de glúten, sódio e quaisquer tipo de gordura.

Benefícios do Konjac

konjac

O glucomonano presente no konjac tem a capacidade de absorver até 100 vezes o seu volume em água, formando uma massa gelatinosa que preenche estômago, promovendo saciedade. Ainda, facilita o funcionamento do intestino e previne a constipação. E não para por aí: aproximadamente 11g de Konjac possui apenas 1 caloria, então, seu valor calórico é extremamente baixo.

Leia mais: Superalimentos: O que são e como incluir no cardápio

Como consumir

No Brasil, o Konjac pode ser encontrado principalmente como massa e arroz. Os adeptos de uma alimentação Low Carb e os veganos estão entre os que costumam adicionar a raiz ao cardápio. Sua textura é um pouco diferente, mas substitui muito bem o macarrão convencional. Além dessas opções, pode ser encontrado também como um substituto para a gelatina.

Tais produtos são geralmente encontrados em lojas de alimentos naturais, assim como em algumas redes de supermercados. Ele também é encontrado na forma de cápsulas, em farmácias de manipulação.

Cuidados ao consumir o konjac

O alimento pode causar inchaço, diarreia, dores abdominais, gases e náusea. Por isso, é recomendado que esse ingrediente não substitua alimentos nutritivos e saudáveis, como verduras (folhas), legumes, frutas e cereais, mas seja combinado a eles nas receitas. Também é importante consultar um nutricionista antes de adicioná-lo à dieta.

Leia também: Ágar-Ágar: benefícios e como consumir

Desafio 7kgs em 6 semanas!

Chegue no verão com o corpo que você quiser!