Kiwi: Conheça os benefícios da fruta

Cada vez mais popular no Brasil, o kiwi não para de receber elogios dos estudos por seus efeitos na saúde. Além de saborosa, a fruta é nutritiva e fonte de vitaminas e minerais. Além disso, ajuda a combater a obesidade. 

Versátil, o kiwi vai bem sozinho, em sucos, vitaminas, saladas, vinagretes, como acompanhante de carne bovina e de carneiro. Também é rico em folato e fibras, além de conter poucas calorias – cerca de 62 em 100 gramas.

Uma das principais qualidades do alimento é a sua alta carga de antioxidantes, substâncias que combatem danos e o envelhecimento precoce das células. Veja abaixo mais benefícios dessa iguaria:

Combate a inflamação 

Cerca de 20% da população da América Latina sofre de um problema digestivo que geralmente causa inflamação no estômago e barriga ao longo do dia. Kiwi contém a quantidade de fibra necessária para evitar desconforto e também contém actinidina, uma enzima que facilita a digestão das proteínas. Assim, previne a sensação de peso e inflamação após a ingestão.

Leia também: Benefícios da manga para a saúde

Proporciona vitalidade

Um estudo recente da Universidade de Otago, na Nova Zelândia,  mostra que consumir dois pedaços de kiwi diariamente ajuda a melhorar o humor. A fruta ainda contém mais que o dobro de vitamina C do que uma laranja. Por isso ajuda a ativar enzimas no corpo que desempenham um papel importante na regulação da energia metabólica, auxiliando para que a energia física e mental esteja em perfeitas condições.

Efeito anti-idade

Você já ouviu falar de polifenóis? São antioxidantes cuja principal função no corpo é combater os danos causados à pele através dos raios UV, poluição e a passagem da idade. Portanto, com os kiwis você vai conseguir uma pele luminosa. 

Leia também: Vitamina C: Para que serve, como tomar e benefícios

Controla o apetite

Podemos consumir esta fruta como um lanche ou mesmo como uma sobremesa, e isso nos ajudará a ficar satisfeitos por muito mais tempo. Isto é devido ao seu baixo índice glicêmico (IG). O IG é um sistema que ajuda nutricionistas a catalogar os alimentos de acordo com a velocidade com que o corpo absorve seu açúcar. Varia de 1 a 100 e se o alimento está abaixo de 55 é mais recomendado para consumo, e o kiwi é 38.

Tem poucas calorias

Um kiwi tem menos de 50 calorias, e também contém um pouco mais de 2,5 gramas de fibras. Mas, se acrescentarmos que isso ajuda a controlar o sinal de saciedade devido ao seu baixo IG, podemos perceber que é um alimento maravilhoso para dietas de baixa caloria ou controle de peso.

É cardioprotetor

 O Centro de Saúde La Alamedilla, na Espanha, comandou uma investigação com 1 469 voluntários. Assim, o estudo comprovou que aqueles que ingeriram ao menos uma unidade da fruta por semana tiveram elevação do colesterol bom (HDL) e melhor controle de triglicérides e moléculas atreladas a processos inflamatórios. Todos esses fatores estão ligados ao risco de problemas cardiovasculares.

Ajuda a regular o sono

Em uma experiência publicada recentemente, 24 sujeitos foram convidados a ingerir duas unidades da fruta uma hora antes de cair na cama. O experimento foi repetido durante quatro semanas. Resultado: melhora no padrão do sono do pessoal. Pois, o fato de o kiwi ser fonte de magnésio é uma das explicações para esse efeito.

Leia também: Alimentação intuitiva: O que é e como seguir

Tabela nutricional do kiwi

Conheça a tabela nutricional do kiwi aqui.

Revisado por

Nutricionista Vanessa Losano
Vanessa Losano
Nutricionista e coach de emagrecimento
CRN3 34283

Sobre o autor

Redação
Redação
Todos os textos assinados pela nossa equipe editorial, nutricional e educadores físicos.