Kimchi: O que é, propriedades e benefícios

O kimchi é um condimento típico da culinária coreana que tem hortaliças como a base de seu preparo, junto com um molho vermelho bem apimentado.

A receita oriental é feita a partir de acelga, nabo e pimenta que, após horas em salmoura, são envolvidos em uma pasta feita com farinha de arroz, açúcar e vários temperos. Sendo assim, é rico em diversos minerais e vitaminas.

Seu nome é derivado da palavra “shimchae”, da língua coreana, que significa “vegetais salgados”. 

Leia também: Probióticos: O que são e como consumir

Propriedades do kimchi

Parte do processo de preparo do kimchi envolve fermentação. Dessa maneira, isso o torna um alimento com propriedades probióticas, excelentes para a flora intestinal. 

Ademais, o kimchi é rico em vitaminas como a C, betacaroteno, vitaminas do complexo de vitamina B, entre outras. Além disso, em sua composição, há abundância de minerais como fósforo, cálcio e potássio

Leia também: Alimentos mais poderosos que suplementos probióticos

Benefícios do kimchi

Prevenção do colesterol alto

Por ser rico em selênio e alicina, ajuda a prevenir a presença de colesterol alto no organismo. Assim, a substância atua na redução dos níveis de colesterol, tal qual o selênio ajuda a proteger as paredes das membranas. Também, em um estudo do Departamento de Endocrinologia e Metabolismo, Faculdade de Medicina da Universidade de Ajou, Suwon, República da Coréia, pessoas receberam uma dieta (emagreça com o Tecnonutri) com uma quantidade alta ou baixa de kimchi por sete dias. Curiosamente, uma maior ingestão de kimchi levou a maiores reduções de açúcar no sangue, colesterol no sangue e colesterol LDL (ruim).

Leia mais: O que causa o colesterol alto

Melhora no funcionamento do intestino

Rico em probióticos e fibras, o kimchi é excelente para quem deseja melhor o funcionamento do intestino, bem como a saúde da flora intestinal.

Prevenção do câncer de pele 

Abundante em vitamina A, esse alimento ajuda na prevenção do câncer de pele, bem como de outras doenças relacionadas à epiderme.

Leia mais: Vitamina A ajuda a combater câncer de pele

Sobre o autor

Nathália Lopes
Nathália Lopes
Estagiária de Jornalismo