Como fortalecer a imunidade

Como se fosse uma fortaleza, a imunidade – como chamamos o sistema imunológico – é uma espécie de muralha que garante as defesas do seu corpo. O inimigo? As mais diversas doenças que podem atrapalhar o funcionamento do organismo. 

Trata-se de uma estrutura complexa formada por órgãos, tecidos e células que atuam no combate aos invasores externos.

Assim, esse conjunto de guardiões é responsável por promover a imunidade. Ou seja, o equilíbrio do organismo a partir de uma resposta coordenada aos ataques patogênicos (bactérias, vírus e outros micro-organismos).

Leia também: 8 alimentos que ajudam a combater a ansiedade

Segundo Christiane Carvão, nutróloga e endocrinologista do Centro de Estudos e Pesquisas da Mulher (CEPEM), para manter esse exército funcionando direitinho é importante tomar alguns cuidados: 

Como fortalecer a imunidade

  • Dormir bem: o ideal são de 7 a 8 horas de sono por noite, por exemplo.
  • Fugir do estresse constante: “estar sempre estressado pode levar a alterações cardiovasculares, além de aumentar a produção de corticoides que, em excesso, diminuem a atividade e a eficiência do sistema imunológico”, diz a médica
  • Evitar ou eliminar hábitos como beber e fumar: o consumo prolongado de álcool e cigarro dificulta a resposta imunológica do organismo, cedendo espaço para infecções 
  • Fazer exercícios físicos: o sedentarismo desacelera o metabolismo, deixando o corpo mais lento na hora de produzir as células do sistema imunológico. Por isso, é importante praticar atividade física regularmente, o que ainda aumenta a quantidade de linfócitos, células que combatem diferentes doenças causadas por vírus
  • Manter uma alimentação equilibrada também é essencial. “O que comemos reflete em nossa saúde. Assim, nosso sistema imunológico tem várias reações bioquímicas que necessitam de minerais, vitaminas e aminoácidos para funcionar corretamente. Tudo isso, adquirimos tendo uma alimentação saudável e balanceada”, informa Christiane.

Também, a dica para turbinar a imunidade é consumir comida de verdade, especialmente frutas e vegetais. Portanto, procure ingerir até cinco porções por dia – três frutas e duas de vegetais variados. 

A força dos alimentos para a imunidade

Vegetais verde-escuros

São ricos em ácido fólico, nutriente que auxilia na formação de glóbulos brancos, responsáveis pelo sistema imunológico. Dessa forma, aposte em brócolis, couve, espinafre, rúcula e agrião.

Frutas cítricas

Laranja, limão, acerola: todas essas frutas são cheias de vitamina C, antioxidante que aumenta a resistência imunológica.

Oleaginosas

Inclua castanhas, nozes, amêndoas e avelãs na alimentação. Pois elas possuem grandes quantidades de vitamina E, além de zinco, importante para defender o corpo contra resfriados e gripes.

Tomate

O licopeno, principal nutriente do tomate, é um forte aliado não só da imunidade, mas da prevenção de doenças cardiovasculares também.

Óleo de coco

“O ácido láurico e o ácido cáprico, ambos presentes no óleo de coco, têm a propriedade de modular o sistema imunológico”, afirma Christiane.

Gengibre

Apresenta vitaminas C e B6. Além disso, atua como bactericida.

Pimenta

O betacaroneto presente nas pimentas ajuda a proteger o corpo contra diferentes doenças.

Lichia

É fonte de vitamina C e também possui antocianina, importante para o sistema imunológico.

Cebola

Inclua a cebola na alimentação e garanta substâncias anti-inflamatórias, antivirais, antiparasitárias, antibacterianas e antifúngicas.

Alho

O organismo fica protegido por conta das vitaminas A, C e E, que compõem a lista de nutrientes presentes no alho.

Sobre o autor

Redação
Redação
Todos os textos assinados pela nossa equipe editorial, nutricional e educadores físicos.