Com quantos anos pode começar a fazer academia?

Quando falamos sobre a prática de atividades físicas, há muitas dúvidas sobre a frequência, a carga, o período e as indicações. Além disso, muitos não sabem com quantos anos é possível começar a frequentar a academia

Segundo a Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP), crianças e adolescentes devem se exercitar por pelo menos 60 minutos todos os dias. Já de acordo com o Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC), a atividade física regular pode ajudar os pequenos a melhorar a aptidão cardiorrespiratória, construir ossos e músculos forte e controlar o peso. Além disso, também pode reduzir o risco de desenvolver condições de saúde como doenças cardíacas, câncer, diabetes tipo 2 e alto pressão arterial e osteoporose.

Mas qual é a idade certa para começar a treinar?

Apesar de não existir uma idade específica para se exercitar, desde que criança ou adolescente tenha desenvolvido equilíbrio e força, os exercícios são liberados. 

No entanto, se a criança tem menos que 10 anos de idade, o indicado é realizar atividades lúdicas na academia. Ou seja, para as crianças, o exercício físico deve ser algo divertido e fácil. Como por exemplo, natação, artes marciais, e até mesmo andar de bicicleta ou correr. Isso porque o objetivo não é ganhar massa muscular, mas sim, reduzir o sedentarismo.

Leia também: Treino para iniciantes: Confira os melhores exercícios

Dessa maneira, é possível a prática de exercícios na academia que trabalham força e resistência. Geralmente, o adolescente inicia os exercícios com cargas menores e aumenta gradativamente. Conforme o aluno evolui na academia, o educador físico intensifica o treino aos poucos, respeitando os limites de cada um.

Antes de mais nada, é importante ressaltar que o adolescente deve ter o acompanhamento de um profissional especializado antes e durante o treino. Através de exames médicos e da avaliação pré-participação esportiva, o especialista analisa as condições corporais do indivíduo para evitar possíveis lesões.

Começar a praticar exercícios físicos na adolescência é essencial para prevenir possíveis doenças no futuro, como a osteoporose. Ademais, se exercitar ajuda a distrair a mente e diminuir os níveis de estresse.

Leia também: Depois dos 40 anos: Melhores exercícios para emagrecer (emagreça com o Tecnonutri)

Exemplos de exercícios para as crianças fazerem em casa

Corrida


Correr é um exercício simples e perfeito para as crianças. Elas podem correr ao ar livre, mas também dentro de casa. Seja no quintal, em um corredor ou até mesmo em volta de uma mesa.

Também é possível alternar os movimentos durante a corrida, fazendo com que as crianças pulem ou tente correr sem sair do lugar. Podem também correr com os joelhos altos (levantando os joelhos alternados em direção ao peito a cada passo).

Agachamento


Assim como os adultos, as crianças também podem fazer agachamentos. Esse simples exercício cria força nas pernas para dar aos pequenos uma boa base para todos os tipos de atividades esportivas e de condicionamento físico. Você também pode incorporar saltos em uma sequência de agachamentos.

Abdominais e flexões


Exercícios que podem ser feitos no chão e funcionam como essenciais: abdominais e flexões. As crianças podem fazer diversos tipos de abdominais. Também podem aprender a fazer flexões e pranchas básicas para fortalecer a parte superior do corpo e dos músculos centrais nos abdominais e nas costas.

Super-homem

Peça para seu filho deitar de barriga para baixo, depois levante os braços e os pés do chão, como o Super-Homem voando pelo ar. Esse exercício melhora costas, pescoço, glúteos e isquiotibiais.

Termine com alongamento

Antes de finalizar, faça alguns alongamentos simples para manter os músculos fortes e saudáveis. Dessa maneira, uma sequência de alongamento ajudará a criança a ficar mais relaxada.

Leia também: Como manter a família ativa durante a quarentena

Sobre o autor

Julia Moraes
Julia Moraes
Estagiária de Jornalismo