Hiponatremia: O que é, causas e tratamento

A hiponatremia é uma disfunção metabólica caracterizada pelo baixo nível de sódio presente no sangue (abaixo de 135 mEq/L). Ela pode ser um resultado, por exemplo, do excesso de água no corpo ou da grande sudorese, ou seja, o excesso de suor liberado pelo organismo. Ainda, pode estar relacionada ao envelhecimento.

No entanto, a principal causa da hiponatremia é a pouca ingestão de sódio (sal) ou o excesso de sua excreção pelo corpo. Ela também é comum em pacientes hospitalizados.

O corpo humano precisa de sal para regular fluidos e transportar cargas elétricas entre as células. Para a maioria das pessoas saudáveis, uma quantidade moderada de sal é facilmente processada e realmente exigida pelo organismo, enquanto grandes quantidades podem contribuir para problemas de saúde a longo prazo. 

Leia mais: Sódio faz bem? O que você precisa saber

Possíveis causas da hiponatremia

A princípio, a causa mais comum para a hiponatremia é o excesso da ingestão de água e a baixa ingestão de sódio, o que resulta na secreção excessiva do hormônio diurético vasopressina (HAD ou ADH). Através da urina, elimina-se o sódio.

Não só, o sódio também é eliminado pelo suor. Por isso, sudorese excessiva também pode ser a causadora da hipotremia. Ou seja, ao suar muito, por exemplo, ao praticar exercícios físicos em dias quentes, é possível que o nível de sódio presente no organismo caia abruptamente.

Além disso, o déficit de sensibilidade dos receptores presentes no tórax, rins e vasos sanguíneos responsáveis pela detecção da queda de sódio no plasma sanguíneo é outra possível causa, assim como a renina-angiotensina-aldosterona, uma insuficiência do sistema endocrinológico (hormonal), em que ocorre a reabsorção de parte do sódio excretado pelo corpo.

Leia também: Artérias obstruídas: Melhores alimentos para prevenir e tratar

Sintomas e possíveis efeitos colaterais da hiponatremia

  • Edema cerebral (inchaço de uma parte do cérebro ou de todo ele)
  • Crises convulsivas
  • Coma
  • Dor de cabeça
  • Sonolência e fadiga
  • Vômitos
  • Cãimbras
  • Espasmos musculares

Como é feito o diagnóstico?

O diagnóstico da hiponatremia é feito a partir de exames de sangue em que é checada a dosagem de sódio no sangue. Caso sua concentração seja menor que 135 mEq/L, a condição é diagnosticada.

Tratamento recomendado

O tratamento para a hiponatremia varia conforme a intensidade e gravidade dos sintomas e se a alteração de instalação for aguda ou crônica. Caso trata-se de uma hiponatremia aguda grave, o tratamento recomendado é a reposição – por meio de soro – de sódio. A necessidade de sódio não é a mesma para todo paciente, por isso, deve ser calculada cuidadosamente.

Leia mais: Artrite reumatoide: Alimentos que aliviam os sintomas

Sobre o autor

Nathália Lopes
Nathália Lopes
Estagiária de Jornalismo