Granola: Benefícios para a saúde e como consumir

Conhecida por sua parceria forte com o açaí, a granola também é uma excelente protagonista para atuar em prol da saúde. Tem diversos nutrientes e vitaminas em sua composição, dependendo do que se adiciona em sua receita

A maioria das receitas é fonte de carboidratos simples e complexos, indispensáveis para as funções básicas do organismo.

Dicas para uma granola perfeita

Antes de irmos aos benefícios, vamos falar de dicas básicas para tornar a granola saudável. Embora não exista uma regra para fazer a versão perfeita, alguns ingredientes são desejáveis, e outros, não. 

  • A primeira recomendação é: evite acrescentar açúcar, principalmente o refinado, que é pouco nutritivo e soma apenas calorias “vazias”. Ao adoçar, prefira mel, melado de cana, xarope de agave e até mesmo o açúcar mascavo ou o demerara, que sofrem menos processos de refinamento. E, claro, sempre em quantidades moderadas, apenas para dar mais sabor, ok?
  • Capriche no mix de cereais, que são a base da granola: aveia, flocos de milho sem açúcar, cevada, gérmen de trigo, flocos de arroz são exemplos. 
  • Inclua frutas secas, como damasco, mirtilo, banana, maçã e coco. Todos são boas fontes de fibras e “engordam” o núcleo de vitaminas da granola. 
  • As oleaginosas também devem fazer parte da granola, pois oferecem gorduras do bem, como os ômegas. Nozes, castanha-do-Pará, de caju, chia, amêndoas, macadâmia são opções repletas de propriedades. Só fique de olho na quantidade, pois costumam ser bastante calóricas por causa das gorduras.
  • Acrescente cacau (em pó ou em forma de nibs), amaranto e quinoa em flocos para enriquecer o valor nutricional da granola. Canela também pode ser um ingrediente para dar mais sabor e por causa de suas propriedades termogênicas, que aceleram o metabolismo. 

Leia também: Nibs de cacau: O que são e benefícios

Granola emagrece?

Esta é a principal dúvida, pois muitas pessoas que adotam um estilo de vida mais saudável consomem granola. Entretanto, não existem estudos que comprovem a eficácia sobre a perda de peso. 

Mas certamente é uma alternativa bem mais saudável ao docinho fora de hora, pois confere mais saciedade, um fator importante para quem está querendo emagrecer (emagreça com o Tecnonutri) .

Benefícios 

Ao escolher os ingredientes certos para sua granola, existem diversas vantagens:

  • Fonte de carboidratos complexos: a base da granola, composta por aveia e flocos de arroz e de milho, faz com que ela seja de baixo índice glicêmico, que evita picos de açúcar no sangue. Ou seja, o açúcar é liberado aos poucos na corrente sanguínea, liberando energia gradualmente. Isso evita a fome antes da hora, que é suprida com a ajudinha da atuação das fibras, que promovem mais saciedade.
  • Alternativa para complementar o consumo de frutas: para quem não consome as quantidades adequadas de frutas, a granola que contém boa variedade de frutas secas acaba se tornando uma forma de compensar essa falta no cardápio. Vale ressaltar que a granola não é a solução para a falta desse hábito – é sempre melhor apostar em porções de frutas ao longo do dia. 
  • Rica em gorduras do bem devido às oleaginosas, que ajudam a controlar o colesterol. Como consequência positiva, previne doenças cardiovasculares. 
  • Fonte de diversas vitaminas, como as do complexo B, K, C e A. 
  • Dicas para colocar a granola na sua alimentação
  • Procure locais cerealistas, que vendam os ingredientes a granel. Dessa forma, a granola torna-se uma opção acessível. 
  • O ideal é ingerir até 4 colheres de sopa de granola por dia, para não exagerar no consumo de calorias. Ela pode ser um alimento pré-treino, acompanhada de uma fruta – banana, por exemplo – ou misturada com iogurte ou leite de sua preferência. De forma geral, é um ótimo lanchinho para refeições intermediárias.
  • Sempre procure um nutricionista para esclarecer quaisquer dúvidas e as quantidades adequadas de cada ingrediente para sua granola, principalmente se você possui alguma restrição alimentar ou doença, como diabetes.

Leia também: Açaí: Benefícios, calorias e como consumir

Fonte: Milena Lopes, nutricionista da Clínica NutriCilla. Pós-graduada em nutrição clínica pelo GANEP.

Sobre o autor

Redação
Redação
Todos os textos assinados pela nossa equipe editorial, nutricional e educadores físicos.