Gestação x corrida: É seguro correr durante a gravidez?

Quem está acostumado a praticar exercícios físicos e, principalmente a corrida, provavelmente tem dúvidas sobre a segurança de correr durante a gestação. Ao contrário do que muitas pessoas acreditam, os exercícios físicos são fundamentais para as mulheres grávidas. De acordo com o American College of Obstetricians and Gynecologists (ACOG) declara que é seguro continuar a maioria dos tipos de exercícios, desde que sua gestação esteja progredindo bem e você seja saudável.

Leia também: Grávida pode fazer agachamento? Entenda se é seguro

Isso porque ajudam a relaxar, melhoram a postura, diminuem a dor lombar e reduz o risco de desenvolver diabetes gestacional. Ademais, se movimentar também é recomendado para aliviar desconfortos causados pelas mudanças no organismo.

Além disso, a atividade física aumenta a produção de endorfinas do corpo – os hormônios do bem-estar. Dessa forma, podem ajudá-lo a melhorar não só a sua saúde física como também a mental.

É seguro correr na gravidez?

O recomendado é que o treino aeróbico como a corrida seja feito em torno de 150 minutos divididos ao longo da semana – em intensidade moderada. Dessa maneira, esses tipos de exercícios aumentam a frequência cardíaca e induzem a sudorese.

É fundamental respeitar o seu limite e o condicionamento físico. Antes de iniciar a corrida busque aquecer por 10 minutos e, em seguida, diminua a velocidade progressivamente.

Dessa maneira, antes de iniciar qualquer tipo de exercício você deve buscar um médico especialista e realizar um checkup para descobrir se está tudo bem com a sua saúde. E ao correr, tente estar ao lado de um educador físico que irá te auxiliar.

Quais são os riscos

Correr durante a gravidez pode aumentar o impacto do assoalho pélvico, sobrecarregando os músculos.

Ademais, conforme a barriga vai crescendo o equilíbrio vai sendo afetado, o que pode colocá-la em risco de queda. Portanto, para evitar lesões, prefira correr no asfalto, como na calçada ou na pista de uma escola local. Correr em superfícies planas é mais fácil para as articulações, tornando as corridas mais confortáveis ​​e agradáveis.

Não é recomendado treinar durante a gravidez se você tiver as seguintes condições: 

  • Doenças cardíacas e pulmonares;
  • Gravidez com múltiplos (gêmeos, trigêmeos ou mais); 
  • Placenta prévia;
  • Sinais de parto prematuro;
  • Pré-eclâmpsia ou pressão alta;
  • Anemia severa.

Benefícios da corrida durante a gestação

  • Reduz as dores nas costas relacionada à gravidez;
  • Mantém o movimento intestinal e diminuir a constipação;
  • Ajuda a diminuir o risco de diabetes, pré-eclâmpsia e parto cesáreo;
  • Maiores chances de você manter um peso saudável durante a gravidez;
  • Aumenta os níveis de energia e mantém sua capacidade cardíaca e respiratória.

Sobre o autor

Julia Moraes
Julia Moraes
Estagiária de Jornalismo