Galactosemia: O que é, sintomas e o que comer

A galactosemia é a intolerância à galactose, ou seja, o açúcar monossacarídeo (carboidrato) presente em alimentos como leite e seus derivados, grão-de-bico e carnes vermelhas. Essa é uma condição metabólica hereditária que consiste na falta das enzimas necessárias para metabolizar a substância.

No organismo, a galactose é obtida a partir da hidrólise da lactose (açúcar natural do leite) e é transformada em glicose. Ela principalmente cumpre função energética, mas também é o principal carboidrato envolvido na formação do antígeno do grupo sanguíneo B.

Como é feito o diagnóstico da galactosemia

O diagnóstico é geralmente feito logo no início da vida, no teste do pezinho, um exame rápido em que gotinhas de sangue do calcanhar do bebê são coletadas e têm a finalidade de diagnosticar e impedir o desenvolvimento de doenças genéticas ou metabólicas, como é o caso da galactosemia. Se não é tratada, essa é uma condição que pode implicar em riscos para a saúde do fígado, rins, olhos e dos sistema nervoso.

Sintomas da galactosemia

Os principais sintomas da intolerância à galactose são similares aos sintomas associados à intolerância à frutose. Como, por exemplo:

  • Náusea e vômito
  • Icterícia (pele amarelada causada pelo acúmulo de bilirrubina no sangue)
  • Diarreia e desconforto abdominal
  • Irritabilidade
  • Dificuldade em ganhar peso

Ainda, se não houver o tratamento devido para essa condição, ela pode acarretar em efeitos colaterais como menstruação irregular, atraso no desenvolvimento da fala de crianças pequenas, atraso neurológico generalizado, cirrose hepática, tremores, catarata e mais.

Leia também: Intolerância à frutose: O que é e sintomas

Alimentos permitidos e proibidos

Alguns alimentos devem ser evitados por pessoas diagnosticadas com galactosemia. No entanto, outros são recomendados, pois podem ajudar a inibir seus sintomas. O leite e seus derivados devem ser evitados, assim como as carnes processadas, embutidas ou enlatadas, grão-de-bico, molho shoyu, chocolate e suplementos feitos à base de leite. O leite materno também não deve ser dado ao bebê, que deve ser alimentado com leite de soja ou fórmulas lácteas à base de soja.

Em contrapartida, alimentos como frutas, legumes, verduras e outros que contenham baixo teor de açúcar são aconselhados como parte da dieta (emagreça com o Tecnonutri) . Grãos integrais, oleaginosas, leguminosas, fontes vegetais de cálcio, café e chás também são indicados. A suplementação de cálcio também é encorajada.

Existe tratamento para a galactosemia?

O tratamento da galactosemia é feito principalmente por meio da alimentação, ou seja, evitando o consumo de alimentos ricos em galactose. Assim, a dieta apropriada evita que os sintomas da condição metabólica se manifestem.

Sobre o autor

Nathália Lopes
Nathália Lopes
Estagiária de Jornalismo