Não consigo fazer agachamento. O que o corpo quer dizer?

Em uma lista dos exercícios mais funcionais (ou seja, aqueles que ajudam a desenvolver força para as tarefas diárias), o agachamento seria um dos primeiros colocados. 

Além de prepará-lo para a vida cotidiana (pense em se abaixar para pegar alguma coisa), o movimento também usa – e constrói – a maioria dos músculos da parte inferior do corpo. Ele também ajuda a reduzir o risco de lesões.

Embora o corpo seja projetado para se agachar, a forma de agachamento tende a se deteriorar à medida que envelhecemos. Graças a ser menos ativo e a ficar sentado o dia todo. Assim, se você não consegue agachar, é provável que esteja lidando com algumas fraquezas e desequilíbrios musculares desenvolvidos ao longo dos anos. 

Mas, ainda há esperança. Use as dicas abaixo para identificar porque está lutando com agachamentos, e saiba o que fazer para mudar o cenário. 

Não consegue sentar lá embaixo

Para realizar o agachamento perfeito, você deve se sentar profundamente, executando uma ampla gama de movimentos para manter as coxas paralelas ao chão. Mas, se os movimentos estão rasos, a falta de flexibilidade e mobilidade no quadril pode ser o culpado.

Embora existam inúmeras razões possíveis para quadris apertados, o culpado mais comum é ficar sentado demais, o que restringe os flexores do quadril a uma posição anormalmente comprimida. Com o tempo, esses músculos se tornam mais curtos e rígidos, causando dor e limitando o potencial de movimento total.

Assim, alongamentos específicos para a região podem trabalhar para combater a rigidez, aumentar a flexibilidade e melhorar a mobilidade para ajudá-lo a conseguir um agachamento profundo.

Leia também: Falta flexibilidade? Entenda o que seu corpo quer dizer

O problema é a dor no joelho

Por mais que a dor no joelho possa ter algumas causas diferentes, um fator comum de desconforto ao se agachar é um desequilíbrio muscular. Assim, se seus joelhos caem para dentro quando você se agacha, é provável que seja um sintoma de um estilo de vida sedentário.

Nesse cenário, suas coxas externas (abdutores) provavelmente são mais fracas que internas (adutores), que puxam os joelhos para dentro quando você se agacha. Isso cria uma forma de agachamento ruim, coloca estresse nos joelhos e pode levar à dor e desconforto na área.

Portanto, concentre-se em fortalecer os glúteos e a parte externa das coxas. Pois, quando esses músculos são fortes, ajudam a estabilizar o corpo inteiro e a proteger os joelhos. Com isso, tente adicionar exercícios com elásticos – que ativam os músculos abdutores, à rotina.

Falta de equilíbrio

Tende a perder o equilíbrio durante um agachamento? Aperte os freios e examine seu posicionamento. A forma como você se posiciona para o exercício é sempre mais importante que a velocidade. Sendo assim, antes de começar, verifique se os pés estão afastados na largura dos quadris ou um pouco mais largos, e os dedos dos pés e joelhos apontam para a frente. Essa postura é essencial para fornecer uma base para seus agachamentos. Então, ao dobrar os joelhos, mantenha o peso nos calcanhares, não nos dedos dos pés. Isso ajudará a aterrar e a se manter estável durante o movimento.

Leia também: Não consegue fazer prancha? Entenda o que seu corpo quer dizer

Sobre o autor

Redação
Redação
Todos os textos assinados pela nossa equipe editorial, nutricional e educadores físicos.