Farinha de chia: Motivos para incluí-la na alimentação

A farinha de chia é mais uma opção de incluir na alimentação a semente da chia, um verdadeiro superalimento. A chia, também chamada de semente dos Andes, é rica em excelentes propriedades, também presentes quando ela é transformada em farinha.

Portanto, a farinha de chia ajuda na sensação de saciedade, uma vez que é rica em fibras. Além disso, é uma ótima fonte de vitaminas, minerais e até mesmo proteína. Ainda, não contém glúten. Sendo assim, é indicada para celíacos.

Os benefícios de incluir a farinha de chia na dieta

Previne a constipação

A constipação, ou seja, prisão de ventre, costuma ser resultado da pouca ingestão de fibras. Sendo assim, uma dieta pobre em fibras resulta no inchaço abdominal e demais efeitos colaterais da constipação. Portanto, ao incluir essa farinha na dieta, isso pode ser evitado. Sua abundância em fibras também prolonga a sensação de saciedade, o que pode ajudar na perda de peso.

Músculos saudáveis

As vitaminas do complexo B trabalham com as proteínas. Portanto, elas estão diretamente ligadas à saúde dos músculos. Sendo assim, o consumo de farinha de chia pode ajudar no ganho de massa magra (hipertrofia) e na garantia da boa saúde muscular.

Ainda, o fato da farinha conter também minerais como potássio e magnésio beneficia a recuperação muscular após o exercício físico.

Leia mais: Como acelerar a recuperação muscular depois de treinar

Ossos fortes

Além das vitaminas do complexo B, a farinha de chia também contém uma grande quantidade de minerais importantes, inclusive o cálcio, o qual é essencial para a força dos ossos. Portanto, uma dieta que inclui a farinha pode ser uma forma de evitar a osteoporose, condição em que os ossos enfraquecem devido a uma série de possíveis causas, inclusive a deficiência de cálcio.

Leia também: Alimentos que contêm mais cálcio do que leite

Pode ajudar no emagrecimento

Além de pouco calórica, essa farinha ajuda na sensação de saciedade, o que nos previne de comer em excesso desnecessariamente. Por isso, além de aliviar o inchaço abdominal que a constipação causaria, a farinha também pode nos ajudar a continuar na dieta.

Como consumir a farinha de chia

  • Massas de pães, tortas, quiches e bolos
  • Panqueca
  • Na salada
  • Com iorgurte
  • Junto a cereais ou farelo de aveia
  • Salada de frutas
  • Mingau
  • Vitaminas, sucos e smoothies

Sobre o autor

Nathália Lopes
Nathália Lopes
Estagiária de Jornalismo