Fadiga de decisão: O que é e como evitar

Nós tomamos diversas decisões todos os dias, sobre o que vestir, o que comer, qual caminho fazer para chegar ao trabalho mais cedo, entre outros. De acordo com estudos, em um dia comum, uma pessoa toma cerca de 35.000 decisões, ou seja, é um grande desgaste mental. Com isso, surge a fadiga de decisão.

A fadiga de decisão, assim como qualquer outro tipo de fadiga, afeta sua qualidade de vida, reduzindo suas capacidades e potencialidades. Assim, mesmo dormindo por 8 horas seguidas você sente um cansaço extremo o dia todo e sem explicação. Dessa maneira, essa sensação se acumula e, como resultado, os níveis de estresse aumentam ainda mais.

De fato, os seres humanos têm uma quantidade limitada de energia mental. Lidar com milhares de informações ao longo do dia, principalmente na internet, é um fator que contribui com a nossa tomada de decisões. Contudo, o nosso cérebro não consegue funcionar de forma ilimitada sem consequências.

Leia também: Burnout: Como essa condição pode afetar a saúde

comer bem e cuidar da mente

Maneiras de evitar ou reduzir a fadiga de decisão

Veja algumas dicas que podem lhe ajudar a gerenciar melhor suas decisões, sem deixá-lo sobrecarregado:

Planeje a semana

O cérebro funciona melhor quando tem uma rotina, com pouca variação. Portanto, para evitar a fadiga de decisão, tente manter os mesmos horários para acordar, comer, trabalhar, realizar tarefas e dormir. Assim, você se sentirá mais organizado e produtivo com uma rotina regular, o que o ajudará a se sentir menos cansado e estressado.

Leia também: 6 maneiras de acalmar o cérebro e viver mais

Mantenha as distrações longe para evitar fadiga de decisão

Outra alternativa que pode ajudar a evitar a fadiga de decisão é estar distante de qualquer coisa que possa distraí-lo, como notificações no celular de redes sociais, e-mails, mensagens, etc. 

Desse modo, reserve um tempo do seu dia para realizar tarefas que não demandam tanto esforço, mas que, por outro lado, possam estimulá-lo a tomar pequenas decisões.

Tire um tempo para cuidar de si mesmo

Ter um tempo de descanso para cuidar de si mesmo e não precisar tomar decisões é essencial. 

Dito isso, opte por técnicas de relaxamento como a meditação e o yoga, que o ajudarão a buscar autoconhecimento e diminuir o estresse. Além disso, busque praticar atividades físicas e ter uma alimentação balanceada.

Sobre o autor

Julia Moraes
Julia Moraes
Estagiária de Jornalismo