Exercícios de Kegel para trabalhar a musculatura pélvica

Os exercícios de Kegel são essenciais para fortalecer a musculatura pélvica – área entre os quadris que sustenta o útero, a bexiga, o intestino delgado e o reto. Há diversos fatores que podem enfraquecer o assoalho pélvico nas mulheres, como gravidez, parto, cirurgia, envelhecimento e ganho de peso. O enfraquecimento dessa musculatura pode causar desconfortos como a perda involuntária de urina e fezes.

Sendo assim, os exercícios de Kegel ajudam a combater a incontinência urinária e fecal, tanto nos homens quanto nas mulheres. Também aumentam a circulação sanguínea na região, o que contribui para melhorar o prazer. 

Além disso, a prática também é uma ótima opção para as mulheres gestantes a se prepararem para o parto, pois ajuda a diminuir as dores e o tempo do trabalho de parto.

Leia também: Exercícios seguros para gestantes e benefícios

Como fazer os exercícios de Kegel

Para realizar os exercícios, você deve estar de bexiga vazia. Desse modo, você pode praticá-los em qualquer posição e com o auxílio de bolas de ginástica. Porém, se você for iniciante, opte por sentar em uma cadeira, com os joelhos em um ângulo de 90º. 

  1. Inicie colocando as mãos em cima da barriga e lembre-se de não começar o movimento por essa região ou prender o ar durante o exercício;
  2. Logo após, vá contraindo o períneo (região do canal vaginal e do ânus) como se estivesse como se estivesse segurando a urina de 5 a 10 segundos e depois solte.
  3. Faça 10 repetições do movimento.

Por fim, os exercícios devem ser realizados diariamente, pelo menos três vezes ao dia (manhã, tarde e noite), para que os benefícios sejam realmente obtidos.

Leia também: Melhores exercícios para fortalecer o quadril

Sobre o autor

Julia Moraes
Julia Moraes
Estagiária de Jornalismo