Especiaria e erva aromática: Qual a diferença?

Uma pitada de canela no café da manhã. Um punhado de alecrim fresco picado sobre a batata assada. Temperos como especiarias e ervas podem incrementar qualquer alimento. Mas, eles também podem fazer muito pelo bem da saúde, especialmente pela imunidade. Porém, o que nem todo mundo sabe é que existe diferença entre especiaria e erva aromática.

Refeição de Dieta Low Carb

Especiaria x erva aromática: Entenda a diferença

As ervas aromáticas, também chamadas de plantas herbáceas, são, na maior parte das vezes, definidas como plantas de caule maleável e macio e geralmente rasteiras. Das ervas, geralmente a parte mais aproveitada é a folha, sendo principalmente utilizada com a finalidade de acrescentar fragrância ou conferir maior sabor para receitas. Não só, as ervas também podem ser utilizadas no preparo de chás. Elas podem ser usadas na sua forma fresca ou seca. Alguns exemplos de ervas aromáticas são:

Leia também: As melhores ervas para a saúde do cérebro

Porém, no caso das especiarias, diversos produtos de origem vegetal podem ser considerados assim. Portanto, tanto flores, quanto frutos, sementes, cascas, caules e raízes podem ser definidos dessa forma. Além disso, devido a presença de óleos essenciais, possuem aroma e sabor mais acentuados.

Muito usadas para temperar alimentos, fazer chás, produzir óleos essenciais e, historicamente, na conservação de comidas, eram consideradas produtos luxuosos, pois sua obtenção era difícil, pois eram produzidas principalmente e quase exclusivamente no Oriente. Alguns exemplos de especiarias são:

Por fim, a principal diferença entre a erva aromática e a especiaria é parte que é utilizada, pois das ervas são utilizadas principalmente as folhas e, no entanto, no caso das especiarias, a parte utilizada varia muito mais.

No entanto, ervas e as especiarias podem igualmente beneficiar a saúde de diversas formas: na digestão, contra infecções respiratórias, promovendo a melhora do apetite, a sáúde do trato urinário, no tratamento de condições como a ansiedade e a insônia e mais.

Sobre o autor

Nathália Lopes
Nathália Lopes
Estagiária de Jornalismo