Escuta ativa: O que é e como colocá-la em prática

A escuta ativa é uma ferramenta essencial na comunicação. Assim, trata-se de uma técnica que tem como objetivo ajuda a aumentar a compreensão entre o interlocutor e o ouvinte, a fim de favorecer um diálogo eficiente entre eles.

Dessa maneira, o conceito da escuta ativa consiste em ouvir, compreender e interpretar com atenção as informações do outro, tanto de forma verbal quanto não verbal. 

Para tornar essa forma de comunicação ter êxito, você não deve receber diversas informações passivamente, mas sim, demonstrar interesse pela fala do interlocutor, estabelecendo um vínculo e ganhando confiança.

O termo foi criado pelo psicólogo norte-americano Carl Rogers em 1942 e, desde então, vem sendo cada vez mais utilizado em diversas áreas. No ambiente de trabalho, por exemplo, a escuta ativa pode ser aplicada em uma série de situações, especialmente ao realizar ou receber um feedback.

Leia mais em: Comunicação não violenta: O que é e como praticar

comer bem e cuidar da mente

Como colocar a escuta ativa em prática

Com algumas dicas, você pode desenvolver a escuta ativa para implementá-la em inúmeras áreas de sua vida.

  • Evite distrações: O primeiro passo é evitar qualquer distração que possa surgir num diálogo, como conversas paralelas, notificações e ligações no celular, entre outros. 
  • Tenha interesse genuíno: Interessar-se genuinamente pelo assunto na qual vocês estão conversando é fundamental. Sendo assim, mantenha sempre contato visual e reaja através da linguagem não verbal.
  • Coloque-se no lugar do outro: Ter empatia é uma das melhores formas de conquistar verdadeiramente a confiança do próximo. Portanto, coloque-se no lugar do outro, tentando entender quais são suas necessidades, expectativas, sem julgamentos.
  • Não deixe de dar feedbacks: Quando o interlocutor terminar o que devia ser dito, dê feedbacks, faça perguntas e demonstre que você estava prestando atenção em cada detalhe.

Benefícios

Ao colocar a escuta ativa em prática, você pode usufruir de diversas vantagens, melhorando no relacionamento com o público interno e externo, além de evitar possíveis conflitos por falha na comunicação. Os benefícios incluem:

  • Melhorar relação com a equipe e clientes; 
  • Mais clareza nos diálogos;
  • Desenvolver mais capacidade de obter informações relevantes;
  • Aumentar da confiança entre ouvinte e interlocutor;
  • Redução de problemas ocasionados por falhas na comunicação;
  • Empatia;
  • Ganhar confiança pelo interlocutor.

Leia também: Altruísmo: Entenda o que é e quais os benefícios

Sobre o autor

Julia Moraes
Julia Moraes
Estagiária de Jornalismo