Dor no peito do pé: Principais causas e como fortalecer a região

Sentir dor no peito do pé enquanto fazia algum exercício físico é tão comum quanto parece – principalmente para os corredores. Não há nada mais desconfortável do que sentir dores no pé para a maioria das pessoas, isso porque é difícil manter essa parte do corpo em repouso.

Contudo, geralmente os problemas no pé podem surgir em diversas regiões, como o calcanhar, peito do pé, sola, lateral e região dos dedos. É importante ressaltar que cada local diz respeito a uma lesão diferente e o tratamento é específico para cada um.

O que pode causar dor no peito do pé

As causas para as dores no peito do pé são diversas, mas as mais comuns incluem:

Fratura por estresse

A dor no peito do pé pode significar uma fratura após uma lesão que não foi tratada corretamente e, depois, sofreu grande estresse causado por exercícios intensos, como a corrida.

Dessa maneira, os sintomas mais comuns dessa fratura incluem inchaços e dores fortes na parte superior dos pés ao pisar ou realizar algum movimento. 

Fascite plantar

Uma das principais causas da dor no peito do pé é a fascite plantar, que está entre as três lesões mais comuns na corrida. Normalmente, o desconforto acontece próximo ao calcanhar, prejudicando atividades simples do dia a dia.

Leia também: Exercícios que vão melhorar seu desempenho na corrida

Neuroma

O neuroma é a inflamação dos nervos do antepé e os sintomas comuns costumam ser inchaço e sensação de queimação. Ainda, o incômodo tende a ser mais intenso e ir do calcanhar até os dedos do pé.

Tendinite

Apesar de ser mais comum em regiões como os joelhos e pulsos, porém, esse tipo de lesão também é muito comum nos pés.  Assim, a tendinite é uma inflamação dos tendões que pode ocorrer por atividades físicas intensas, tênis apertados ou torções.

Leia também: Exercícios para prevenir e aliviar tendinite

Como fortalecer a região para evitar dor no peito do pé

Para fortalecer o peito do pé, é essencial trabalhar o equilíbrio através de exercícios. Você pode optar por realizar exercícios por meio de objetos como cama elástica, bola bosu ou uma meia bola. Dito isso, para os iniciantes, apenas se equilibrar em cima destes acessórios ajuda o suficiente. Conforme você evolui o seu condicionamento, tente diversificar equilibrando-se em um pé só.

Leia mais em: Exercícios para fortalecer os músculos dos pés

Além disso, o descanso é essencial para o seu desenvolvimento físico e para se recuperar de lesões. No entanto, se mesmo após o repouso o dolorido continuar, busque ajuda profissional.

Sobre o autor

Julia Moraes
Julia Moraes
Estagiária de Jornalismo