Distúrbios de aprendizagem mais comuns entre as crianças

A adaptação das crianças na escola é um período que requer atenção. Isso porque eles iniciam uma rotina totalmente diferente, visando o desenvolvimento pedagógico e a interação com os colegas e professores. No entanto, pode ocorrer de algumas crianças terem distúrbios de aprendizagem e levar muito mais tempo para aprender do que outras.

O distúrbio de aprendizagem é comprometido dos processos psicológicos envolvidos na forma de aprender. Pode afetar a maneira como uma pessoa aprende a ler, escrever, fazer matemática ou qualquer outro processo de aprendizagem. 

comer bem e cuidar da mente

Tipos de distúrbios de aprendizagem

Existem alguns distúrbios de aprendizado comumente diagnosticados. Assim, o distúrbio mais comum é a dislexia, afetando aproximadamente 80 a 90% de todas as dificuldades de aprendizagem. 

Dislexia

Os sintomas incluem dificuldade em ler com precisão as palavras.

Leia também: Dicas para melhorar a concentração

Disgrafia

As crianças têm dificuldade significativa para se expressar por escrito. Eles podem ficar sentados por horas tentando escrever algumas frases, ou a escrita deles pode ser realmente difícil de ler devido à má ortografia.

Discalculia

Os sintomas incluem dificuldade em entender números, memorizar fatos aritméticos simples ou ser capaz de raciocinar com problemas de palavras.

Déficit de atenção

Caracterizado pela falta de atenção. Neste caso, a criança não consegue fixar sua atenção ao que está sendo ensinado.

Assim, o distúrbio mais comum é a dislexia, afetando aproximadamente 80 a 90% de todas as dificuldades de aprendizagem. 

Tratamentos

Existe um tratamento adequado para todos os casos de distúrbios de aprendizagem. Consiste em desenvolver a habilidade de aprendizagem da criança e minimizar de forma considerável o distúrbio que a impossibilita de ter uma absorção de conteúdos de forma eficiente.

Leia também: Alimentos que melhoram a memória

Portanto, este tipo de distúrbio deve ser acompanhado pelos pais, em reuniões escolares, e o tratamento deve ser feito com profissionais capacitados para lidar com o caso. Dessa forma, é normal que qualquer aluno tire nota baixa. Entretanto, se isso for constante, precisa ser analisado de forma correta, por um especialista.

Sobre o autor

Julia Moraes
Julia Moraes
Estagiária de Jornalismo