Cortisol: como diminuir os níveis quando estamos estressados

Quando ficamos estressados ou ansiosos, nossos níveis de cortisol aumentam. O cortisol não é nada mais que um hormônio produzido pelas glândulas suprarrenais, que ficam localizadas acima dos rins. Tem a função de ajudar o organismo a controlar o estresse, reduzir inflamações e manter os níveis de açúcar no sangue constantes.

No momento em que nos estressamos, o cérebro manda “sinais” para o corpo liberar cortisol. Assim sendo, quanto mais você se estressa num nível contínuo, maior é o nível de cortisol, o que leva a um desequilíbrio hormonal.

Dessa forma, quando esse hormônio não está em equilíbrio, pode causar ganho de peso, baixa libido, dores de cabeça, ansiedade, depressão, baixa energia, insônia, problemas intestinais, excesso de açúcar no sangue e mais.

Fisicamente, ele potencializa a liberação de insulina – que estimula o apetite – especialmente para carboidratos ou alimentos gordurosos. Além disso, também pode aumentar o estrogênio, que elevado pode aumentar do ganho de peso devido à diminuição da sensibilidade à leptina (hormônio que indica que estamos satisfeitos depois de comer). 

Leia também: Exercícios para perder barriga que podem ser feitos em casa

Como diminuir os níveis de cortisol com mudanças na rotina

Pode ser que leve um tempo e esforço para recuperar o equilíbrio do hormônio. Em primeiro lugar, ter o sono regulado, dormindo de sete a nove horas por noite pode ajudar na perda de peso que está relacionada ao cortisol.

Bem como uma dieta (emagreça com o Tecnonutri) saudável com diversos vegetais, frutas, gorduras saudáveis como abacate e sementes de chia fornecerá ao organismo vitaminas e minerais necessários para tratar dos processos envolvidos no cortisol elevado. 

Você também pode adicionar à rotina técnicas como o mindfulness e algumas com mais movimentos, como o alongamento, yoga ou tai chi. 

Entretanto, se suas condições não estiverem melhorando é importante procurar um especialista que avalie melhor sua situação.

Leia também: Malhar em casa: Melhores exercícios e como treinar

Sobre o autor

Julia Moraes
Julia Moraes
Estagiária de Jornalismo