Dificuldades para dormir? Inclua esse alimento na dieta

Ter dificuldades para dormir não é tão incomum hoje em dia e, para muitas pessoas, tem sido um “efeito colateral” do isolamento social em função da pandemia do coronavírus. 

Entretanto, mesmo sob a rotina convencional pré-pandemia, a insônia, o distúrbio que se caracteriza pela dificuldade de começar a dormir, manter-se dormindo ou acordar antes do horário desejado, era um problema que atinge muitas pessoas.

O que nem todo mundo sabe é que a dieta está relacionada à qualidade do seu sono. Por exemplo, comer em excesso pouco antes da hora de dormir pode prejudicar muito o seu descanso.

Além disso, alguns alimentos específicos, em especial aqueles de ação estimulante, podem causar a insônia. Ao mesmo tempo, há certos ingredientes que melhoram o repouso devido às propriedades calmantes.

Dificuldades para dormir? Coma grão-de-bico

O grão-de-bico é uma leguminosa (mesmo grupo de alimentos que o feijão e a lentilha). Além de rico em fibras, é uma excelente fonte de vitaminas. Mais importante, suas propriedades estimulam a produção de serotonina – mais conhecida como o “hormônio da felicidade”. Portanto, o aumento do nível de serotonina no cérebro alivia sintomas de estresse e ansiedade e promove um sono mais calmo e relaxante. 

Leia mais: Maneiras de aumentar naturalmente a serotonina no corpo

Além disso, a leguminosa é também uma ótima fonte de magnésio, mineral essencial para a saúde do sangue e a regulação da pressão arterial – intimamente relacionada à qualidade do sono. Por isso, incluir o grão-de-bico na dieta, especialmente no jantar, é uma boa maneira de ter um sono mais sossegado e longo.

Leia também: Chás que ajudam a dormir: As melhores opções

Como incluir o grão-de-bico na dieta

  • Na salada;
  • Homus;
  • Falafel;
  • Vinagrete;
  • Sopas e caldos;
  • Hambúrguer vegano;
  • Cozido.
grão-de-bico
Grão-de-bico cozido

Sobre o autor

Nathália Lopes
Nathália Lopes
Estagiária de Jornalismo