Dieta para ectomorfo: Conheça o biotipo e a alimentação

A dieta (emagreça com o Tecnonutri) para ectomorfo contempla pessoas que têm um biotipo mais naturalmente magro e menos atlético. Os ectomorfos são pessoas que se adequam em um dos três somatótipos e são geneticamente mais magras e possuem maior dificuldade para a hipertrofia, ou seja, para o ganho de massa magra.

No entanto, também dificilmente acumulam gordura corporal. Os outros dois biotipos são: mesomorfo e endomorfo.

Leia também: Dieta para mesomorfo: O que é, como seguir e benefícios

Refeição da Dieta Paleo

Como é definido o tipo físico de um ectomorfo

A dieta para ectomorfo é principalmente focada no ganho de massa magra, pois a hipertrofia é particularmente difícil para pessoas desse biotipo. Sendo assim, esse é um somatótipo definido pelas seguintes características:

  • Possui metabolismo acelerado
  • Dificuldade em acumular tecido adiposo (menor percentual de gordura corporal)
  • Dificuldade em hipertrofiar (ganhar massa muscular)
  • Menor estrutura óssea

Portanto, ao contrário dos mesomorfos, ectomorfos não têm um corpo naturalmente atlético e com predisposição ao ganho de massa. Pelo contrário, são corpos que gastam muita energia,devido ao seu metabolismo acelerado, então a hipertrofia é dificultada.

Leia mais: Bulking na musculação: O que é, como funciona e como fazer

Como seguir a dieta ectomorfo e seus benefícios

A dieta ectomorfo preferencia a ingestão de proteínas acima dos demais macronutrientes, mas os carboidratos e as gorduras boas não deixam de ser importantes. Ainda, é essencial manter uma rotina consistente de exercícios físicos, em especial se o objetivo é a hipertrofia. Nesse caso, a musculação é indicada.

No entanto, antes de iniciar uma alimentação específica, é preciso ter conhecimento acerca da sua necessidade calórica pessoal, uma vez que ela não é a mesma para todas as pessoas. A partir dessa informação, será possível melhor planejar a dieta ideal considerando seus objetivos. Se o objetivo for o ganho de massa, será necessário manter um cardápio que promova o superávit calórico (consumir mais energia do que gastar). Portanto, não deixe de consultar um nutricionista antes de fazer mudanças na alimentação.

Leia também: Cientistas identificam gene que impede o ganho de peso

Sobre o autor

Nathália Lopes
Nathália Lopes
Estagiária de Jornalismo