Dieta flexitariana: O que é, como fazer e cardápio

Uma dieta (emagreça com o Tecnonutri) que reduz o consumo de carne vermelha sem abrir mão de proteína animal. Assim pode ser resumido o conceito da flexitariana (ou dieta flex). O termo é derivado do inglês (flexitarian), da combinação de “flexível” e “vegetariano”. Além disso, está entre os planos alimentares mais populares da atualidade.

Assim, ser flexitariano significa comer principalmente alimentos de origem vegetal – como frutas, verduras, legumes, grãos, nozes e produtos de soja – mas não exclusivamente isso.

Porém, carnes podem ser consumidas ocasionalmente – é por isso que o flexitarianismo também tem sido chamado de “vegetarianismo casual“, mas isso significa uma grande redução em relação ao que entra no prato atualmente.

Leia também: Ranking: As melhores dietas para seguir em 2019

Benefícios da dieta flexitariana

O flexitarianismo defende a adição de uma maior variedade de alimentos às refeições, ou seja, que pode ser extremamente benéfico para a saúde.

Assim, a fibra solúvel encontrada em lentilhas e feijões também ajuda a combater o colesterol alto. Por outro lado, nozes e sementes – como linhaça, pinhões, sementes de gergelim e sementes de girassol – são ricos em gorduras poliinsaturadas, que ajudam a manter os níveis de colesterol saudáveis ​​e fornecem ácidos graxos essenciais.

Portanto, o segredo para evitar a carência de proteína, nutriente indispensável para os músculos, é simples: nos dias só de vegetais, as refeições principais combinam grãos variados. Por isso, aumentar a quantidade de folhas e legumes é outra estratégia da dieta criada pela nutricionista americana Dawn Jackson Blatner, autora do best-seller The Flexitarian Diet (Dieta Vegetariana Flexível,inédito no Brasil).

Na publicação, ela escreve: “Um cardápio sem a gordura da carne e rico em fitoquímicos [substâncias naturais que fazem bem à saúde] dos vegetais permite que o corpo produza menos radicais livres – ou seja, uma espécie de sujeira que provoca inflamações nas células”. Quais os benefícios? Menor risco de doenças cardiovasculares, diabetes e câncer.

Além disso, vale a pena saber que a vitamina C aumenta a absorção de ferro, por isso é recomendável também comer pimentões, alface e tomate, ou tentar beber um copo pequeno (150ml) de suco de frutas.

dieta flexitariana

A dieta flexitariana emagrece?

O emagrecimento pode ser uma consequência, pois, os alimentos mais naturais e menos processados engordam menos. Mas, isso se você não passar a abusar de doces e pães para compensar, é claro. 

Sugestão de cardápio da dieta flexitariana

CAFÉ DA MANHÃ

Opção 1

  • Suco Detox – ou seja, suco de 2 laranjas batido com 1/2 cenoura, 2 folhas de couve, 1 pitada de pimenta caiena e 1 col. (chá) de farelo de coco

Opção 2

  • 1 tapioca polvilhada com 1 col. (sopa) de chia, porém recheada com 2 col. (sopa) de pasta de tofu ou homus
  • 1 copo (200 ml) de suco de abacaxi com gengibre

Opção 3

  • 3 pãezinhos de mandioca
  • 1 copo (200 ml) de suco de morango natural (mas, sem açúcar)

LANCHE DA MANHÃ

Opção 1

  • 1 pera
  • 6 castanhas de caju (ou 10 amêndoas, mas, sem sal)

Opção 2

  • 1/2 abacate com 1 col. (sopa) de farelo de aveia e 1 col. (chá) de açúcar de coco (ou demerara)

ALMOÇO

Opção 1

  • Salada de folhas verdes (rúcula, agrião, alface) e tomate à vontade
  • 2 col. (sopa) de quinoa 
  • 1 concha média de feijão-branco temperado com cúrcuma
  • 1 xíc. (chá) de brócolis refogados com alho-poró

Opção 2

  • Salada de folhas verdes com tomate-cereja, rabanete, salsão e couve-flor à vontade e 1 col. (sopa) de soja cozida
  • 1 porção de nhoque de mandioquinha ao sugo

Opção 3

  • Salada de repolho com erva-doce, pepino e cenoura à vontade e 1 col. (sopa) de trigo inteiro cozido
  • 2 col. (sopa) de purê de batata-doce (ou mandioquinha) com salsa e pimenta dedo-de-moça
  • 3 unidades de bolinho de grão-de-bico

LANCHE DA TARDE

Opção 1

  • 3 torradas integrais com 3 col. (sopa) de geleia de fruta, mas, sem açúcar
  • 1 xíc. de chá de hibisco (ou outra erva de sua preferência)

Opção 2

JANTAR

Opção 1

Opção 2

  • Papilote de legumes (cenoura, abobrinha, berinjela) e brócolis preparados no vapor
  • 4 col. (sopa) de grão-de-bico com cebola, tomate e pimentão em cubos

Opção 3

  • 3 pegadores de espaguete de pupunha (ou espaguete sem glúten e sem ovo) com molho de tomate, pimenta dedo-de-moça e cúrcuma
  • 4 col. (sopa) de amaranto em grão (ou cuscuz marroquino) cozido com mix de cogumelos (shitake, shimeji e champignon)

Leia também: Emagrecer: 28 dicas para perder peso rápido com saúde

Sobre o autor

Redação
Redação
Todos os textos assinados pela nossa equipe editorial, nutricional e educadores físicos.