Dieta cutting: O que é, qual o objetivo e como fazer

A dieta (emagreça com o Tecnonutri) cutting tem um objetivo perder gordura corporal. Essa dieta geralmente é seguida por praticantes de musculação que, após ganharem uma grande quantidade de massa magra, desejam perder o tecido adiposo em excesso. Em inglês, “cut” significa cortar, portanto, essa é uma alimentação que exige certas restrições.

Apesar de ser utilizado principalmente por atletas de fisiculturismo, o cutting também pode ser feito por pessoas que desejam adquirir maior definição muscular.

Com a perda do excesso de gordura corporal, os músculos, ou seja, a massa magra, torna-se mais evidente. Sendo assim, a dieta cutting busca dar mais definição ao corpo. No entanto, devido a menor ingestão de calorias, a perda de gordura pode vir acompanhada de uma leve perda de massa muscular. Por isso a necessidade de um acompanhamento profissional tanto de nutricionista quanto de um personal trainer.

A intenção é diminuir o consumo de carboidratos e aumentar a ingestão de proteínas. Pois, quando privamos o metabolismo do fornecimento de carboidratos, ele vai buscar energia nos estoques de gordura. Assim, é recomendado não ingerir açúcar, farinha refinada, doces, pão, arroz ou macarrão e dar preferência a carnes magras, como frango, peixes, ovos, sementes e queijo, por exemplo. 

Além disso, a alimentação deve ser associada a uma rotina de treinos para manter a massa muscular.

Leia também: É possível ganhar massa magra seguindo uma dieta plant-based?

Como fazer a dieta cutting

  • Respeite o processo de adaptação – começar uma dieta restritiva radicalmente de uma hora para outra não é aconselhável, por isso, vá reduzindo a ingestão calórica aos poucos.
  • Abra mão dos carboidratos simples e priorize os complexos – essa é uma dieta em que haverá baixa ingestão de carboidratos, por isso, na hora de consumi-los, deve se dar preferência aos complexos, pois eles não causam picos glicêmicos e promovem mais saciedade. Eles estão presentes em alimentos integrais e grãos, tais como: massas e pães feitos com farinhas integrais, aveiaarroz integral, batata-doce e mandioca. 
  • Ingestão de proteína é primordial – São as proteínas que garantem a manutenção da massa muscular.
  • Não se apresse e respeite seu corpo – respeitar o processo de adaptação é essencial, assim como respeitar o restante da jornada, afinal, essa é uma dieta de objetivo específico. Portanto, se pressionar demais para alcançá-lo rapidamente pode arruinar todo o processo. Por isso, respeite seu tempo e o seu corpo.

Leia também: Recomposição corporal: Perder gordura e ganhar massa ao mesmo tempo

Sobre o autor

Nathália Lopes
Nathália Lopes
Estagiária de Jornalismo