Cuscuz nordestino: benefícios e receita de micro-ondas

O prato típico tem dado o que falar. Isso porque, por ser feito com milho, o cuscuz nordestino pode ser uma excelente fonte de energia, além de concentrar alguns nutrientes. Conheça mais sobre ele:

O que é o cuscuz nordestino

O cuscuz teve origem no continente africano. Por lá, ele é chamado de Kuz-kuz ou alcuzcuz, e geralmente é feito de arroz ou sorgo (tipo de cereal). Contudo, há também quem diga que o prato veio do Oriente Médio.

De qualquer forma, o cuscuz ficou conhecido em outros lugares do mundo no século XVI. Nessa época, também começou-se a utilizar o milho como o principal ingrediente do preparo. Aqui no Brasil, ele era muito consumido pelas famílias mais modestas, visto que a matéria-prima é barata e a receita, fácil de fazer. Hoje, é difícil encontrar alguém que não ame o prato.

Existem dois tipos de cuscuz, o nordestino e o paulista. O primeiro leva farinha de milho flocada (ou fubá, em alguns casos) e sal. Para prepará-lo, é necessária uma panela específica, a “cuscuzeira”. Mas também é possível usar a combinação caneca + micro-ondas.

Leia também: Cuscuz marroquino: Benefícios e propriedades do alimento

Benefícios do cuscuz nordestino

Sua principal característica é ser fonte de carboidratos complexos — aqueles digeridos lentamente pelo organismo e que, por isso, não geram picos de glicose no sangue. Além disso, o cuscuz nordestino não contém glúten. Portanto, torna-se uma excelente opção para celíacos e diabéticos.

Uma porção de 100 gramas dele concentra 113 calorias (para você ter uma ideia, a mesma quantidade de arroz branco possui 128). E muita colina, uma vitamina do complexo B que ajuda na memória, na cognição e até no controle da frequência cardíaca.

Mas não para por aí. Confira outras vantagens do prato típico:

1 – É amigo do coração

Graças a seus altos teores de lipídios insaturados, especialmente ácidos graxos poliinsaturados (ômega-6), e ácidos graxos monoinsaturados — as chamadas “gorduras boas”.

2 – Reforça a imunidade

Já que é rico em antioxidantes e outros nutrientes, como:

  • Fibras;
  • Ferro;
  • Magnésio;
  • Zinco;
  • Selênio;
  • Vitaminas do complexo B;
  • Carotenóides.

3 – Ajuda a evitar a prisão de ventre

Por conter muitas fibras, o cuscuz nordestino auxilia o trânsito intestinal.

Receita de cuscuz nordestino de caneca

Não tem a panelinha em casa? Não precisa se preocupar. Veja como preparar um cuscuz nordestino com uma caneca a seguir. Mas lembre-se de combiná-lo com outros alimentos saudáveis, como o ovo — evite queijos gordurosos e manteiga ou margarina.

Ingredientes:

  • 1/2 xícara de farinha de milho em flocos (milho flocado);
  • Sal a gosto;
  • Água.

Modo de preparo:

Em uma caneca, coloque a farinha flocada e o sal. Misture e adicione água até ela atingir o mesmo nível do milho. Em seguida, cubra com um pano e deixe descansar por 10 minutos. Depois retire o pano, cubra a caneca com um pires e leve ao micro-ondas por cerca de um minuto e meio. Por fim, retire o pires, e se precisar, retorne a caneca ao micro-ondas por mais alguns segundos.