Como retomar os treinos na academia depois da quarentena

Com a flexibilização da quarentena por conta da pandemia do COVID-19, os estabelecimentos e comércios estão reabrindo. A academia é um deles, mas existem cuidados com o corpo para retomar os treinos com segurança. Durante esse período de isolamento social, muitos optaram por treinar em casa, para não perder o condicionamento físico e ficar parado. Outros, preferiram esperar a reabertura das academias, ausentando-se da prática regular de exercícios físicos. 

Praticar atividades físicas é essencial para a saúde física e mental. Mas, voltar para a academia a todo vapor com a flexibilização da quarentena pode não ser uma boa ideia. Se você deseja retomar os treinos, é de extrema importância buscar orientação de um profissional para ter uma avaliação detalhada, focando apenas na prática esportiva. Afinal, é como começar do zero após meses de ritmo irregular.

“Para retornar à prática de exercícios sem correr riscos de lesão, inicie com um número menor de treinos semanais, praticando de 2 a 3 vezes na semana. Voltar ao ritmo das atividades que eram realizados antes da quarentena, vai depender do nível de condicionamento de cada um” explica Vanessa Furstenberger, educadora física.

Além disso, existe a chance de se lesionar devido ao excesso de exercícios após um longo período de tempo. Por isso, é importante reduzir o tempo das sessões de treino e a intensidade dos treinamentos.

Após duas semanas a um mês, o corpo começa a retornar ao seu rendimento físico anterior. “No caso da definição muscular, se a pessoa ganhou peso durante o intervalo dos treinos, podemos pensar algo entre 3 a 6 meses para voltar a forma que tinha antes da suspensão dos exercícios” diz a especialista. 

Leia também: A importância de se exercitar corretamente em casa

Perda de peso

Por passar mais tempo em casa, diversas pessoas tiveram mudanças na alimentação, o que consequentemente levou ao aumento de peso.

Desse modo, se você deseja perder as calorias que ganhou durante a quarentena, escolha modalidades em que a perda de calorias é maior. Como por exemplo, treinos aeróbicos de intensidade baixa a moderada.

A corrida também é uma ótima opção para quem quer perder peso. Dito isso, é recomendado ter um fortalecimento significativo feito na musculação para evitar lesões, especialmente se a pessoa estiver muito acima do seu peso ideal.

Por fim, a perda de peso está relacionada com a alimentação. Então, ter uma dieta balanceada é um fator de extrema importância. Um sono de boa qualidade e praticar atividade física regularmente também o auxiliará a obter o resultado que deseja.

Fonte: Vanessa Furstenberger, Educadora Física.

Sobre o autor

Julia Moraes
Julia Moraes
Estagiária de Jornalismo