Saiba como evitar lesões treinando em casa

Em meio ao isolamento social por conta do novo coronavírus, treinar em casa surgiu como a melhor opção de se manter em movimento. No entanto, à medida que os exercícios caseiros se tornam um hábito – ou uma necessidade – torna-se ainda mais importante tomar as medidas de segurança adequadas para evitar lesões. 

Portanto, para evitar possíveis lesões e aproveitar ao máximo as atividades físicas feitas em casa, siga algumas dicas.

Limpe o espaço

Para começar, verifique se tem espaço na sua casa para se exercitar. Coloque os braços para cima e para os lados fazendo um giro de 360 graus, descobrindo se a distância é suficiente para executar os movimentos. Também é recomendado verificar se existem objetos espalhados no chão que possam atrapalhar, fazendo com que você tropece, caia ou se machuque.

Leia também: Exercícios no isolamento beneficiam a imunidade, diz estudo

Coloque um tênis

Embora você possa se exercitar descalço, especialistas recomendam usar tênis. Entretanto, você também pode treinar descalço, mas com meias. Quando você não tem proteção nos pés, é extremamente importante garantir que não tenha nenhum equipamento no chão que possa atrapalhar. Assim, ao treinar usando meias, opte por modelos antiderrapantes.

Conheça seu corpo

Cada um possui diferentes níveis de condicionamento físico. Se você está começando a se exercitar agora, é necessário ir devagar. Ao passar do limite iniciando uma rotina de exercícios pesados, fazendo isso por vários dias seguidos, você poderá sofrer lesões. 

Portanto, comece com algo que já conheça ou faça um treino de baixo impacto.

Mude seus movimentos

Por estar em isolamento social, para muitas pessoas pode ser mais fácil malhar todos os dias. Porém, se está tentando criar uma rotina fitness, evite repetir os mesmos movimentos. Por exemplo, tente não fazer agachamentos com pesos diariamente. Para exercícios aeróbicos, alterne pular corda, por exemplo.

O ideal é cinco a seis dias por semana de exercício e pelo menos um ou dois para descanso e recuperação. Dito isso, em dias de recuperação, faça coisas que você gosta.

Considere exercícios para neutralizar o tempo trabalhando sentado

Pode ser confortável por um tempo trabalhar no sofá ou ficar sentado olhando para o computador em sua mesa o dia todo. Mas, é por esse motivo que é necessário fazer movimentos que invertem a posição voltada para a frente – normalmente curvada – que causa tensão no pescoço, ombros e costas.

 Para evitar esses problemas de postura, concentre-se em exercícios posteriores da cadeia, como levantamento terra, pontes e remada unilateral.

Aplicativos de treino podem ajudar

Recursos online como aplicativos de treinos também pode ajudar, especialmente para que guie seus treinos e passe todas as coordenadas para a execução dos movimentos. O aplicativo Workout, por exemplo, funciona como um aliado para quem deseja se exercitar em casa. Yogapilates, alongamentos, HIIT e treino funcional são algumas das modalidades que estão disponíveis no app, do nível iniciante ao avançado.

Ainda, o aplicativo tem como diferencial os vídeos, em que educadores físicos explicam a forma correta de fazer os exercícios e que ajudam a trabalhar diversas partes do corpo. Você encontrará de tudo, desde movimentos com peso corporal até treinos projetados para mulheres grávidas. Ou seja, uma infinidade de possibilidades para acabar com desculpa de que ficar em casa é sinônimo de não se mexer. 

Leia mais em: Dicas de como treinar em casa

Sobre o autor

Julia Moraes
Julia Moraes
Estagiária de Jornalismo