Quer comer mais saudável? Durma mais

Se você está tentando se alimentar de maneira mais saudável, passar mais tempo embaixo das cobertas pode fazer uma grande diferença. 

Um estudo da Universidade de Chicago, nos Estados Unidos, mostrou que não dormir o suficiente poderia aumentar em 45% o desejo por doces, alimentos gordurosos e processados, especialmente biscoitos e pães.

Há quem pense que dormir menos dá mais tempo para ser produtivo, mas, na realidade, você está apenas piorando seus hábitos. Veja como o sono pode ajudar a manter uma alimentação saudável:

Dormir controla o apetite

O sono ajuda a regular os hormônios. Apenas algumas noites sem dormir bem já pode aumentar o nível de grelina – o hormônio responsável por desencadear o apetite. De fato, o estudo Wisconsin Sleep Cohort, feito nos Estados Unidos, mostrou que os participantes que dormiram por cinco horas apresentaram grelina 14,9% maior do que aqueles que dormiram oito horas. A falta de sono não apenas explica as diferenças nesses níveis hormonais, mas também esclarece o aumento do Índice de Massa Corporal (IMC) e da obesidade em indivíduos que não dormem adequadamente.

Leia também: Como se manter na dieta no final de semana

Quanto mais horas de sono mais saciedade

Os hormônios afetam o apetite – ajudam a regular quando nos sentimos satisfeitos. Noites mal dormidas podem diminuir o nível de leptina – o hormônio responsável pela sinalização de saciedade. Os participantes do estudo que dormiram cinco horas apresentaram leptina 15,5% menor do que aqueles que dormiram por oito horas. A falta de sono pode tornar mais difícil perceber quando estamos satisfeitos, fazendo aumentar o consumo calórico. 

Dormir ajuda a melhorar as escolhas

Não é surpresa que a falta de sono possa diminuir nossa memória, nos fazer sentir nebulosos, aumenta o potencial de acidentes, o risco de doenças e até pode diminuir o desejo sexual. Também pode prejudicar o julgamento quando se trata de fazer escolhas saudáveis. Quando estamos cansados, ficamos mais propensos a pegar o que for conveniente em vez de algo que seja bom para o corpo. 

Diminui a vontade de “beliscar” entre as refeições

Um estudo recente publicado na revista americana Sleep mostrou que a falta de sono fazia com que as pessoas comessem mais doces e alimentos com alto teor de gordura.A pesquisa, realizada na Universidade de Chicago, dividiu os participantes em duas etapas. A primeira teve pessoas que passam 8,5 horas na cama (com um tempo médio de sono de 7,5 horas) a cada noite. Na segunda rodada, as mesmas pessoas passaram apenas 4,5 horas na cama (um tempo médio de sono de 4,2 horas) a cada noite. Embora os participantes tenham recebido as mesmas refeições ao mesmo tempo durante as duas estadias, eles consumiram mais de 300 calorias adicionais quando privados de sono. As calorias extras vieram principalmente de lanches ricos em gordura.

Dicas para dormir melhor

  • Vá para a cama 10 a 15 minutos mais cedo todas as noites até obter as 7-8 horas recomendadas de sono. Você não apenas terá mais energia ao longo do dia com menos desejos de comidas gordurosas, mas também será mais produtivo.
  • Pare de comer duas horas antes de dormir. Ir para a cama com o estômago cheio não é apenas desconfortável, mas pode interferir em uma boa noite de sono. Para muitos de nós, lanches noturnos podem ficar fora de controle e as calorias podem aumentar.
  • Tenha um ritual para dormir. Tome um banho quente, beba uma xícara de chá de ervas ou pratique 10 minutos de meditação
  • Guarde o celular, tablet e outros aparelhos eletrônicos quando estiver para dormir. A luz emitida por esses dispositivos pode atrapalhar o sono. 

Faça sua avaliação de peso, descubra seu peso ideal e aprenda a emagrecer com a Low Carb. Clique para saber mais

Desafio 7kgs em 6 semanas!

Chegue no verão com o corpo que você quiser!

 
 

Sobre o autor

Redação
Redação
Todos os textos assinados pela nossa equipe editorial, nutricional e educadores físicos.